Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/12607
Título: Luminismo e “Tenebrismo” – Malhoa e o Retrato
Autor: Saldanha, Nuno
Palavras-chave: Malhoa
Retrato
Pintura
Século XIX
Iluminismo
Data: 2008
Editora: Instituto de História da Arte - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/UNL
Resumo: O Retrato foi uma das temáticas mais frequentes na obra de Malhoa, circunstância decorrente das necessidades crescentes do mercado, e da sua própria subsistência financeira. Ela desenvolve-se entre duas modalidades, oscilando entre o Luminismo e o “Tenebrismo”. E, talvez daí, resulte grande parte do seu sucesso, ao tornar-se mais susceptível do agrado generalizado, promovendo uma resposta eficaz às “oscilações do gosto”. Logo depois do Género, foi justamente no Retrato que obteve alguns dos seus maiores êxitos e galardões internacionais. Se, por um lado, se mostra devedor das influências dos mestres do passado, como Velásquez, Frans Hals, Rembrandt, ou Murillo, por outro, a própria obra não deixa de indiciar referências mais modernas, estilísticas ou técnicas. A corrente luminista da arte do retrato, atinge níveis excepcionais, constituindo assim a vertente mais moderna da sua obra.
Descrição: Revista do IHA, N.5 (2008), pp.168-187
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10362/12607
ISSN: 1646-1762
Aparece nas colecções:Revista do IHA Nº 5 (2008)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ART_9_Saldanha.pdf1,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.