Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/10150
Título: No encalço do passo do Homem medieval: as vias de comunicação do antigo termo e atual concelho de Tomar
Autor: Romão, João Maia
Palavras-chave: Tomar
Época Romana
Idade Média
Vias
Pontes
Data de Defesa: Out-2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: As vias e pontes encerram em si importante informação no que concerne não só aos trajetos locais, regionais e transregionais anteriormente seguidos como à própria organização e ocupação de um território num determinado período. A presente dissertação aborda as estruturas viárias romanas e medievais para o espaço do antigo termo e atual concelho de Tomar. A investigação desenvolvida assenta fundamentalmente num estudo documental e arqueológico. No primeiro foi efetuada uma prospeção e compilação de fontes já publicadas e inéditas com referências escritas a vias ou pontes nesse espaço. O segundo foi regido por métodos de investigação arqueológica, como a prospeção arqueológica extensiva, em função das referências documentais e bibliográficas, ou o registo arqueológico, através de fotografias e do desenho das ocorrências arqueológicas verificadas. A realização destes dois estudos permitiu conjugar os dados da documentação com os da Arqueologia, e possibilitou chegar a conclusões que nunca seriam possíveis de extrair apenas com base na informação de um deles. A dissertação apresenta igualmente uma proposta metodológica para os estudos de estruturas viárias. O período de tempo de que este trabalho se ocupa, abrange um espetro cronológico desde a Época Romana até aos finais da Idade Média. O espaço constitui uma importante via de passagem entre o litoral e o interior do território português, desde a romanidade, uma vez que a via Olisipo – Bracara Avgvsta passava precisamente por Tomar ou Sellivm, que era uma capital de civitas do Conventvs Scallabitanvs da Lvsitania. Da Época Romana e da Idade Média chegaram até nós alguns vestígios arqueológicos das estruturas viárias então utilizadas. O estudo exaustivo e de conjunto das ocorrências documentais permitiu traçar algumas caraterísticas das vias medievais, e o das arqueológicas levou à identificação de particularismos arquitetónicos e construtivos típicos da romanidade e da medievalidade para o espaço investigado. A conjugação dos dados de ambos permitiu traçar um vasto, complexo e bem organizado sistema viário no termo de Tomar na Idade Média
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Arqueologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/10150
Aparece nas colecções:FCSH: DH - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
joaoromao.pdf56,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.