Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/9558
Título: A cultura de segurança do doente em alunos do 4º ano dos cursos de tecnologias da saúde
Autor: Ricardo, Diogo
Orientador: Tavares, David
Palavras-chave: Segurança do doente
Cultura Organizacional
Formação
Patient safety
Organizational Culture
Formation
Data de Defesa: 2012
Editora: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública
Resumo: RESUMO - O presente trabalho pretende estudar a cultura de segurança de doente em alunos do ensino superior, na área das tecnologias de diagnóstico e terapêutica. Esta problemática não tem sido abordada pela comunidade científica, pelo que o seu estudo é relevante. Os alunos que finalizam a licenciatura estão legalmente autorizados para intervir perante o doente, contudo, a sensibilidade que têm para as questões da segurança do doente deve ser analisada com o intuito de melhorar a sua preparação como futuros profissionais de saúde. Neste estudo participaram 180 alunos estratificados consoante o curso e sexo de modo a obter uma amostra representativa da população alvo. Foi constituído um questionário com 31 itens numa escala dicotómica que avaliam a cultura de segurança do doente em 7 dimensões – liderança, trabalho de equipa, a prática baseada na evidência científica, a comunicação, a aprendizagem, a justiça, e a prática clínica centrada no doente. Pode igualmente compor-se uma medida global de cultura de segurança do doente através do somatório das 7 dimensões. Os resultados evidenciam a existência de uma correlação positiva moderada entre as dimensões – Trabalho em equipa (0,660); Liderança (0,610); Prática baseada na evidência científica (0,627); Ambiente justo (0,570); Comunicação (0,501) e o Total.
ABSTRACT - The present work intends to study the patient safety culture on students in higher education, in the area of diagnostic and therapeutic technologies. This problem has not been addressed by the scientific community, so its study is relevant due to the role that the TDT have before the patient. Students who finish a degree are legally entitled to act before the patient, however, the sensitivity that they have for patient safety issues must be considered in order to improve their preparation as future health care professionals. This study involved 180 students laminated depending on the course and sex in order to get a representative sample of the target population. A questionnaire was set up with 31 items in a dichotomous scale that assesses the patient safety culture in 7 dimensions – leadership, teamwork, evidence-based, communication, learning, just, and the patient centered. It can also be composed a global measure of patient safety culture through the sum of the seven dimensions. The results demonstrate the existence of a moderate positive correlation between the dimensions – Teamwork (0.660); Leadership (0.610); Evidence-based (0.627); Just (0.570); Communication (0.501) and the Total.
URI: http://hdl.handle.net/10362/9558
Designação: Curso de Mestrado em Segurança do Doente
Aparece nas colecções:ENSP - Dissertações de Mestrado em Segurança do Doente

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Diogo Ricardo.pdf1,81 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.