Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/7679
Título: Filarmónica Recreio dos Artistas: processos de sociabilidade em contexto de exibição e perfomance
Autor: Lopes, Ana Rita Oliveira
Palavras-chave: Bandas Filarmónicas
Tradições musicais
Filarmónica Recreio dos Artistas
Processos de sociabilidade
Identidade local
Encenações rituais locais
Rivalidades
Data de Defesa: Mar-2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: O presente estudo tem como objectivo principal dar a conhecer em especial uma das filarmónicas graciosenses actualmente em actividade, a Filarmónica Recreio dos Artistas, destacando a sua importância na vida social da população, as práticas e discursos de sociabilidade inerentes, e dos meios através dos quais se procura uma representação social e identitária. A ilha Graciosa, a ilha mais pequena do grupo central do arquipélago açoriano, constitui o terreno privilegiado deste estudo por apresentar uma actividade cultural intensa numa área com menos de 5.000 habitantes em relação às ilhas circundantes. Para além das quatros filarmónicas actualmente em actividade, sediadas em cada freguesia, a ilha conta com outros grupos associativos de outra natureza. Para os eruditos, as filarmónicas graciosenses assumem uma grande importância na participação das festividades locais, quer religiosas quer profanas, nas procissões e arraiais e sobretudo no acompanhamento das festas do Divino Espírito Santo. No contexto de exibição e performance que se insere este estudo, a participação das filarmónicas nas festividades constituem um momento de grande representatividade visual através das várias encenações rituais (nomeadamente a execução em festas locais, procissões, arraiais, etc.) e sob outras formas visuais (o vestuário e a marcha). A participação nas festividades da ilha representa também um momento de intensa rivalidade entre as Filarmónicas que competem por uma identidade local através de um significativo desempenho musical. Tendo como ponto de partida a realização de um enquadramento histórico, pretende-se analisar os contextos e processos sociais que estão na origem das práticas de sociabilidade em observação, os discursos da identidade local e o lugar específico das filarmónicas nas encenações rituais, a sua visibilidade e impacto visual que transmitem a uma determinada audiência.
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Antropologia – Especialização em Culturas Visuais
URI: http://hdl.handle.net/10362/7679
Aparece nas colecções:FCSH: DA - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dissertação de Mestrado. Março 2012.pdf7,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.