Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/5916
Título: Estudo do crescimento da microalga Chlorella vulgaris numa água residual tratada, sob diferentes condições de fotoperíodo e temperatura
Autor: Russo, David Alexandre Martins Tavares
Orientador: Lapa, Nuno
Palavras-chave: Água residual doméstica
Chlorella vulgaris
Temperatura
Fotoperíodo
Crescimento
Remoção de N e P
Data de Defesa: 2011
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Uma das vertentes da Bioenergia é a utilização das microalgas para produção energética. Este aproveitamento, quando efectuado de forma isolada, é considerado por diversos autores como não sendo economicamente viável, daí procurarem-se sistemas integrados de crescimento microalgal. Estes sistemas juntam a produção de componentes com valor energético, o sequestro de CO2, a depuração de águas residuais e a extracção de substâncias com elevado valor comercial (pigmentos, substâncias anti-oxidantes, entre outros). O objectivo principal deste trabalho foi o estudo da cinética de crescimento da microalga Chlorella vulgaris numa água residual, a qual foi previamente submetida a um tratamento biológico aeróbio sem remoção de N e P, e sem ser submetida a qualquer tipo de pré-tratamento em laboratório (nomeadamente desinfecção). Pretendeu-se também avaliar a taxa de remoção dos nutrientes N e P no decurso do crescimento microalgal. Foi simulado o crescimento da microalga em condições meteorológicas de Verão e de Inverno, com diferenças de incubação no que diz respeito ao fotoperíodo e à temperatura (Inverno: temperatura de 10°C e fotoperíodo de 6h de luz/18h de escuro; Verão: temperatura de 20°C e fotoperíodo de 12h de luz/12h de escuro), tendo-se comparado o seu crescimento no meio de cultura sintético ISO 8692 e na água residual tratada. A água residual tratada foi colhida na ETAR de Fernão Ferro, a qual é explorada pela empresa Simarsul. O nível de tratamento instalado é terciário, dispondo de desinfecção do efluente final. A água residual foi colhida a jusante do sistema de desinfecção por sistema de ultravioletas, ou seja, após a fase terciária do tratamento. No ensaio preliminar de cultivo das microalgas, o qual foi realizado com o objectivo de se testarem as condições de incubação e arejamento das culturas, foram registadas taxas específicas de crescimento, relativamente à Densidade Óptica (DO), de 0,253 d-1,para o crescimento no meio ISO 8692, e de 0,496 d-1, para o crescimento na água residual tratada.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia, para a obtenção do grau de Mestre em Energia e Bioenergia
URI: http://hdl.handle.net/10362/5916
Aparece nas colecções:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Russo_2011.pdf4,26 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.