Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/2575
Título: Influência dos revestimentos por pintura na secagem do suporte
Autor: Brito, Vânia Patrícia Santos
Orientador: Gonçalves, Teresa
Faria, Paulina
Palavras-chave: Revestimentos por pintura
Tintas de silicato
Tintas de silicone
Tintas de pliolite
Tintas de cal
Edifícios antigos
Data de Defesa: 2009
Editora: FCT - UNL
Resumo: A presente dissertação visa compreender a influência dos revestimentos por pintura na secagem de materiais de construção porosos, tendo focado a nível experimental o caso dos substratos constituídos por uma argamassa de cal aérea. Aborda-se, em particular, o caso dos edifícios antigos e, mais especificamente, a situação das paredes com teor de humidade não desprezável que é muito corrente neste tipo de edifícios. O levantamento do estado-da-arte incide sobre as características dos materiais porosos, em particular as argamassas de cal aérea, e de diferentes tipos de revestimentos por pintura indicados para este tipo de utilização. Foca também os mecanismos de transporte de humidade envolvidos nos processos de secagem. Efectuou-se uma pesquisa de mercado e um inquérito ao meio técnico com o objectivo de perceber quais os revestimentos por pintura usados em intervenções de reabilitação / conservação e, assim, avaliar a situação da prática em Portugal. A campanha experimental a seguir realizada incluiu ensaios de permeabilidade ao vapor de água, de absorção capilar e de secagem e incidiu sobre dezasseis revestimentos por pintura disponíveis no mercado português. Treze destes revestimentos são tintas de silicatos, de silicone ou de pliolite que os respectivos fornecedores indicaram serem apropriadas para aplicação em paredes com problemas de humidade. Ensaiaram-se ainda duas tintas de cal de fabrico industrial e uma “tinta plástica” que serviu como referência. A dissertação permitiu obter dados sobre o estado-da-prática em Portugal, em particular no que se refere aos tipos de tintas usados em paredes de edifícios antigos com teor de humidade não desprezável. Permitiu também retirar conclusões sobre: (i) a influência dos revestimentos por pintura na secagem, na absorção de água por capilaridade e na permeabilidade ao vapor de água; (ii) a influência que o estado de humidificação do suporte pode ter no comportamento dos revestimentos; (iii) a correlação existente entre o comportamento à secagem (índice de secagem) e a permeabilidade ao vapor de água, que é a característica correntemente utilizada para prever o desempenho dos revestimentos.
Descrição: Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau académico de Mestre em Engenharia Civil, na especialidade de Reabilitação de Edifícios. A presente dissertação foi preparada no âmbito do Convénio existente entre o Laboratório Nacional de Engenharia Civil(LNEC) e a Faculdade de Ciências e Tecnologia, tendo sido realizada no LNEC
URI: http://hdl.handle.net/10362/2575
Aparece nas colecções:FCT: DEC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Brito_2009.pdf5,83 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.