Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/15333
Título: Expectativas face à vida profissional dos futuros médicos, em Portugal: estudo qualitativo
Autor: FERREIRA, Sandra Cristina
Orientador: FRONTEIRA, Inês
Palavras-chave: Saúde pública
Médicos
Serviços de saúde
Portugal
Data de Defesa: 2014
Resumo: Introdução Nos últimos anos temos assistido a grandes modificações e desafios no sector da saúde, com reformas ao nível da organização cultural, reestruturação de serviços, encerramento de algumas urgências e maternidades, reduções de vencimento e grandes cortes ao nível do financiamento dos serviços. É necessário perceber, qual o impacto, que esta reforma tem provocado nas expectativas profissionais dos futuros médicos de Portugal. Sendo as expectativas um dos determinantes da motivação, estas são um factor crucial para o desempenho de um serviço de qualidade e com eficiência. Métodos Foi realizado um estudo qualitativo e a abordagem metodológica foi um estudo de caso, com uma amostra intencional por conveniência, selecionada por questões de proximidade e acessibilidade da investigadora. A informação foi recolhida através da técnica de grupos focais a internos do ano comum e da especialidade, da Administração Regional de Saúde do Alentejo, mais precisamente na cidade de Évora. Realizaram-se 4 grupos focais, onde participaram 10 internos do ano comum e 9 internos da especialidade. Os dados obtidos durante a realização dos grupos focais foram os sujeitos a análise de conteúdo e foi realizada uma breve caracterização dos indivíduos que participaram. Resultados e discussão Em todos os grupos verificou-se uma incapacidade de pensar e planear o futuro, apresentando como principal razão as constantes alterações aplicadas com a reforma no sector da saúde. Observou-se uma ausência de expectativas relativamente ao seu futuro profissional, com grande preocupação em relação ao possível desemprego médico. Os internos do ano comum pretendem na sua maioria especialidades hospitalares. Mas mantêm a preocupação relativamente à possibilidade de não conseguirem vaga para a realização da especialidade. Conclusão Estes futuros médicos necessitam de esperança e de um elementos motivadores, activadores de comportamento, que possibilite um aumento das suas expectativas e consequentemente um melhor desempenho profissional futuro.
Introduction In the last years, Portugal went through a health sector reform, with huge changes and challenges in the organizational culture, service restructuration, some maternities and emergencies services closed, reductions in salary and there was some major cuts in the budget allocated to the health services. These are some examples of the health reform and it is important to understand the impact in the professional expectations of the future doctors in Portugal. Expectations are one of the determinants of motivation and are an essential factor to improve performance with efficiency. Methods Qualitative research, using an exploratory case study. The sample was purposefully selected because it was where the research take place. Using 4 focus groups with the participation of 10 residents of common year and 9 residents doing their specialization, on the Regional Health Administration of Alentejo, in Évora city. All data were analysed using content analysis and it was done a characterization of the participants. Results and discussion In all groups we identified a difficult to think about and plan the future, and the main reason given was the constant changes implemented by the health sector reform. There was a lack of expectations relatively to the professional future, with anxiety towards the medical unemployment. The residents of the common year prefer to choose hospital specialties, but at the same time are concerned that there might even not be any place for them in any specialty. Conclusion The future doctors of Portugal need hope and motivation in the work context, so they increase their expectations and consequently have a better performance in the professional life.
URI: http://hdl.handle.net/10362/15333
Designação: Mestrado em Saúde e Desenvolvimento
Aparece nas colecções:IHMT: SPIB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese mestrado MSD, Sandra Ferreira, Expectativas profissionais dos futuros médicos de Portugal, estudo qualitativo.pdfTese de mestrado719,34 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.