Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/13986
Título: Estudo piloto sobre a prevalência da doença de Chagas em grávidas latino-americanas em Portugal
Autor: FERRÃO, Ana Rita
Orientador: SEIXAS, Jorge
SILVA, Marcelo
Transmissão vertical
Palavras-chave: Latino-americanas
Parasitologia médica
Doença de Chagas
Tripanosoma cruzi
Gravidez
Portugal
Doença emergente
Imigração
Prevalência
Data de Defesa: 2012
Resumo: A Doença de Chagas é causada pelo protozoário Tripanosoma cruzi e pode ser transmitida aos humanos através do insecto vector triatomíneo (apenas na América latina), de mãe para filho, por transfusão ou por transplante. Após uma fase aguda de algumas semanas de duração, a doença evolui durante décadas de forma assimptomática. Cerca de 40% dos indivíduos nesta fase progridem para a fase crónica, caracterizada por insuficiência cardíaca progressiva e/ou dilatações do trato digestivo. O deslocamento de um número cada vez mais elevado de migrantes da América Latina para a Europa faz com que a Doença de Chagas seja actualmente um problema de saúde pública nesta região. Importa conhecer a sua epidemiologia através de inquéritos serológicos de forma a permitir uma adequada e atempada actuação das autoridades de saúde. Em Portugal o número de imigrantes latino-americanas tem aumentado ano após ano, destacando-se o Brasil como país de origem. No entanto, o número de migrantes infectados por T. cruzi no nosso país não é conhecido, apontando as estimativas para a existência de cerca de 500 a 1000 indivíduos chagásicos. Neste estudo multicêntrico foi avaliada a prevalência da infecção por T. cruzi em grávidas latino-americanas em três serviços hospitalares de Lisboa, onde a percentagem de imigrantes latino-americanos é a mais elevada do país. Mais de 95% da amostra estudada é originária do Brasil. Não foram encontrados neste estudo casos positivos para Doença da Chagas. No entanto, foi possível elucidar os profissionais de saúde sobre o impacto da Doença de Chagas, avaliando a necessidade de implementação de programas de rastreio continuado. A comparação entre testes laboratoriais corresponde a um dos métodos utilizados na validação de técnicas, sendo que em Portugal esse tipo de estudo nunca antes havia sido efectuado para a Doença de Chagas. Foi realizada uma comparação entre dois testes serológicos de rastreio (ELISA) para Doença de Chagas das empresas REM e OrthoClinicalDiagnostics. Concluiu-se que as diferenças entre os sinais obtidos não diferem significativamente.
Chagas Disease is caused by the protozoan Trypanosoma cruzi and can be transmitted to humans by the vector triatomin bug (only in Latin America), from mother to child, through transfusion or transplant. After an acute phase of a few weeks of duration, the disease evolves over decades in an assymptomatic form. About 40% of the subjects at this stage progress towards the chronic phase, characterized by progressive heart failure and/or dilations of the digestive tract. The displacement of a growing number of migrants from Latin America to Europe makes Chagas Disease currently a public health problem in this region. It is important to know its epidemiology through serological surveys in order to allow a proper and timely action by the health authorities. In Portugal, the number of Latin American immigrants has increased year after year, highlighting Brazil as the country of origin. However, the number of migrants infected with T. cruzi in our country is not known, pointing the estimates for the existence of about 500 to 1,000 individuals with Chagas Disease. In this multicenter study the prevalence of T. cruzi infection in Latin American pregnant women was evaluated in three hospitals of Lisbon, where the percentage of latin american immigrants is the highest in the country. More than 95% of the sample studied is from Brazil. No positive cases were found positive cases for Chagas Disease in this study. Nevertheless, it was possible to elucidate the health professionals about the impact of Chagas Disease, evaluating the need for the implementation of permanent screening programs. The comparison between laboratory tests is one of the methods used for the validation of techniques, and in Portugal this type of study had never been carried out before for Chagas Disease. A comparison was made between two serological tests (ELISA) for Chagas Disease from the manufacturers REM and OrthoClinicalDiagnostics. It was concluded that the differences between the signals obtained did not differ significantly.
URI: http://hdl.handle.net/10362/13986
Designação: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Saúde Tropical
Aparece nas colecções:IHMT: CT - Dissertações de Mestrado



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.