Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/5408
Título: Uma abordagem axiomática ao projecto de sistemas de climatização
Autor: Santos, Miguel José Pereira Sales Cavique
Orientador: Coelho, António
Data de Defesa: 2010
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Nesta tese, aplicou-se a Teoria Axiomática de Projecto (AP) aos principais sistemas de climatização (AVAC). Esta teoria, desenvolvida por Nam P. Suh e publicada pela primeira vez em 1990, define dois axiomas que regem a execução de qualquer projecto:” manter a independência entre requisitos funcionais” e “minimizar a informação contida no projecto”. Aplicando o primeiro axioma da AP, classifica-se um projecto em independente, desacoplável ou acoplado. Um bom projecto será independente ou, caso não seja possível, desacoplável. A qualquer deste tipo de projectos aplica-se o segundo axioma, que assegura que o sistema possa funcionar dentro dos limites estabelecidos, sempre que a sua informação seja nula. Usando em particular as normas EN 13779, a EN 15251 e a ASHRAE 62.1, foi possível identificar as funções mais elevadas a que um sistema deve obedecer. São elas: “assegurar condições térmicas adequadas”, “assegurar ambientes interiores saudáveis” e “reduzir o consumo de energia do sistema AVAC”. Estas funções permitem construir as matrizes de projecto da AP, neste caso aplicadas aos seguintes sistemas: sistemas de volume de ar variável (VAV) e sistemas com ar novo dedicado. Para estes últimos, considera-se os sistemas com ventiloconvectores (VC), com unidades de indução (UI) e com tectos arrefecidos (TA). Estas matrizes demonstram que os sistemas VAV e os sistemas típicos com UI são projectos acoplados, enquanto que os sistemas com VC e os com TA correspondem a projectos independentes. No entanto, se as UI tiverem baterias de reaquecimento, então ao sistema pode corresponder um projecto desacoplável. Por outro lado, caso o ar seja insuflado a uma temperatura inferior à ambiente os sistemas com TA podem ser acoplados. Esta classificação tem consequências importantes, quer em termos do comportamento dos sistemas, quer em termos do seu consumo de energia. Como resultado da aplicação da AP foi possível identificar os principais axiomas do projecto de AVAC. Destes realça-se: a necessidade do tratamento do ar novo não interferir na remoção da carga térmica interna. Este trabalho identifica ainda diversas estratégias para a redução do consumo de energia no edifício e nos sistemas de climatização. Define, usando o segundo axioma, o caudal de ar novo necessário por pessoa e a classe de filtração, de acordo com um nível de satisfação. Finalmente, apresenta uma solução inovadora a que corresponde um projecto independente, que garante permanentemente a qualidade ao ar interior e o conforto térmico desejados, associados ao mais baixo consumo de energia de todos os sistemas estudados.
Descrição: Dissertação apresentada para obtenção do Grau de Doutor em Engenharia Mecânica pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia.A presente dissertação foi preparada no âmbito do protocolo de Abril de 2002 assinado entre a FCT da Universidade Nova de Lisboa e a ESTS do Instituto Politécnico de Setúbal
URI: http://hdl.handle.net/10362/5408
Aparece nas colecções:FCT: DEMI - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Santos_2010.pdf2,56 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.