Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/4213
Título: Deuses e homens - Homens e deuses e o teatro inédito de Pessoa
Autor: Lopes, M. Teresa Rita
Data: 1980
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Citação: pp. 25-43
Relatório da Série N.º: ;N.1
Resumo: Sentir-se «par dos deuses sendo homem, par dos homens sendo deus, êxul ao mesmo tempo em duas terras» (^) ê a angústia nodular das personagens de Pessoa. Chamem-se elas Fernando, Álvaro, Ricardo, Alberto. Sim, também Alberto, apesar deste os querer ensinar a todos e a si próprio a ter uma só pátria: a do visível chão firme. Todas as personagens dos dramas publicados ou inéditos são sempre mestiças de deus e de homem: as Veladoras de O Marinheiro, Fausto de Primeiro Fausto, e ainda Salomé, os A. e B. dialogantes do Jardim do Palácio, Sákyamuni, o Príncipe (^). Dos textos dramáticos inteiramente inéditos citemos Ligeia (da peça com o mesmo nome), «entre os deuses humana, entre os homens estrangeira», como a define uma nota, também inédita, do próprio Pessoa. Acrescenta ainda essa nota inédita que o tema de Ligeia ê «a imortalidade sem a felicidade. A separação dos homens sem o convívio dos deuses».
Descrição: Revista da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, n.1(1980)
URI: http://hdl.handle.net/10362/4213
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH - 1980

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH1_25_43.pdf9,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.