Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/4157
Título: Imprensa: amplificador da voz feminina
Autor: Lousada, Isabel
Orientador: Pinto, Teresa
Palavras-chave: Feminismo
Sufragismo
Imprensa
1.ª República
Estudos sobre as Mulheres
Alda Guerreiro Machado
Educação
Data: 1-Jan-2010
Citação: In BMRR, Percursos, conquistas e derrotas das mulheres na 1.ª República, CML, 2010, pp. 41-48
Resumo: O diário republicano independente no advento da República apresentava na primeira página o texto que escolhemos para epígrafe. É sobejamente conhecido o alcance que a “Letra de Imprensa” sempre teve, diríamos mesmo desde Guttenberg. O poder da palavra escrita foi alvo de cobiça e objecto de tentação nos mais diversos palcos. Não estranhamos o facto de em 1907 as leis estarem a ser debatidas por homens que criticavam outros homens. O parlamento, até hoje, reveste-se de uma maioria que é masculina. Mas nesta época recuada era- o exclusivamente. No mesmo ano, é Ana de Castro Osório, na conferência feita no centro Dr. Afonso Costa, A Educação Cívica da Mulher1, quem afirma: “Tenho por costume nunca falar em público nem fazer conferências que não sejam escritas, isto por um motivo que poderão chamar vaidoso e é apenas a prova de quanto conscienciosamente me dedico à propaganda
URI: http://hdl.handle.net/10362/4157
Aparece nas colecções:FCSH: CICS.NOVA - Artigos em revista nacional com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Painel_11_FinalizadoPrimoLeve.pdf2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir
Imprensa - amplificador da voz feminina BMRR.pdf93,86 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.