Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/3996
Título: Ideologia e política na imprensa do exílio. O Portuguez (1814 - 1826)
Autor: Alves, José Augusto dos Santos
Palavras-chave: Vintismo
Liberalismo
Imprensa periódica
"O Português"
Data: 1988
Editora: Instituto Nacional de Investigação Científica. Centro de História da Cultura da Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Neste sentido o seu redactor promove uma abertura à criação como obra onde os outros estão sempre presentes, e isto tem de ser visto num contexto mais vasto, não só do vintismo e do liberalismo, como do caracter de uma idéia que se anuncia como universal, se qui­ sermos, a emergência de uma força social portadora ao mesmo tempo de soluções históricas concretas e de exigências de universalidade, que não deixa de impulsionar influências e conseqüências na movimentação das mentaUdades, do ideário, em suma, na História das Idéias e no seu desenrolar. Uma proposta inicial se exige quanto aos instrumentos conceptuais utilizados que vão ou procuram ir no sentido globalizante, para não dizer totalizante — na acepção da capacidade de tentar visionar as correlações ligando a história passada, as realidades actuais e as virtualidades futuras, procurando precisar todas as mediações e contradi­ ções C) — de uma grelha/síntese que, partindo de saberes historiográficos e filosóficos, tenta apreender, compreender e explicar, não como simples possibiUdade de conhecimento e dos modos de consciência, os meios de actualização e elucidação.
Descrição: Cultura Moderna e Contemporânea, n.6
URI: http://hdl.handle.net/10362/3996
ISBN: 972-667-116-7
Aparece nas colecções:FCSH: CHAM - Capítulo de livros nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cultura Moderna e Contemporanea 6.pdf31,74 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.