Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/35958
Título: O Uso dos Media por jovens universitários em Angola. Estudo de Caso na Província de Benguela
Autor: Freitas, Joaquim Domingos
Orientador: Ponte, Maria Cristina
Palavras-chave: Media tradicionais
Jovens universitários
Angola
Benguela
Jovens universitários
Traditional media
New media
University young people
Data de Defesa: 9-Mar-2018
Resumo: O presente trabalho é pioneiro no campo dos estudos qualitativos de recepção dos media em Angola, na sua abordagem sobre os acessos, usos, consumos e apropriações mediáticas de jovens universitários angolanos, residentes na província de Benguela. Procurou-se mapear os percursos sociais dos jovens e aferir as suas vivências e experiências com os media e consumos culturais, no quotidiano. Além dos acessos, usos, consumos e apropriações dos media, exploraram-se os modos como os jovens ajustam as suas rotinas pessoais e académicas em função da relação diária que mantêm com os diferentes tipos de meios de comunicação (tradicionais e novos). A pesquisa empírica envolveu 44 jovens com idades compreendidas entre 18 e 35 anos. Com estes foram realizadas entrevistas semi-estruturadas e aprofundadas. A amostra de conveniência obedeceu aos princípios da diversificação e da saturação. Para o efeito proporcionou-se igual oportunidade aos sujeitos, em termos de sexo, e buscou-se uma representatividade social mínima, do ponto de vista das dez instituições universitárias da província de Benguela, e dos diferentes níveis e áreas de formação. Teve-se ainda em conta variáveis sociodemográficas como a localização e mobilidade territoriais, condições socioeconómicas, práticas religiosas e situação ocupacional dos sujeitos. Os informantes forneceram interessantes testemunhos que, em certa medida, reflectem as trajectórias de vida dos jovens angolanos, em geral, e da província de Benguela, em particular. Os relatos, na primeira pessoa, representam um contributo para o conhecimento das mais variadas formas em como crianças de ontem e jovens de hoje, em Angola, vivenciaram os diferentes episódios e contextos que marcaram a história do país nos últimos 35 anos. Os mesmos permitiram traçar o perfil social e cultural da actual população universitária juvenil, bem como a caracterização dos mesmos enquanto usuários/consumidores dos media e bens culturais. Os resultados apontam para alguma heterogeneidade de usuários/consumidores mediáticos. No entanto, predominam usos e consumos moderados, em relação aos meios de comunicação tradicionais, e usos e consumos intensos, em relação aos novos media. A televisão é o principal recurso de actualização informativa, enquanto o telemóvel conectado à Internet é o preferencial para entretenimentos, pesquisas académicas e interacções nas redes sociais virtuais.
The present work is the first in the field of qualitative studies of media reception in Angola, in its approach on access, use, usage and media appropriation by young Angolan university students living in the province of Benguela. The work attempted to describe the social paths of the young people and check their experiences with the media and cultural usage in the daily life. It explored their access, use, usage and appropriation of the media as well as the ways in which they adjust their daily personal and academic routines in regard to the interaction they have with different types of media (traditional and the new media). The empirical research involved 44 young people aged 18 to 35 years, with whom semi-structured and in-depth interviews were carried out. The convenience sample conformed to the principles of diversification and saturation. For this purpose, all the respondents had equal opportunity, regarding the gender. A minimum social representation was sought, taking into account the ten university institutions in Benguela, the different academic levels and specialization areas. Socio-demographic variables such as the respondents‟ location and territorial mobility, socioeconomic conditions, religious practices as well as occupational situation were also taken into account. The respondents provided interesting evidences that reflect, to a large extent, the life experience of Angolan young people in general and Benguela in particular. The reports in the first person represent a contribution to the knowledge about how those children of yesterday, young people of today in Angola, experienced the different happenings and contexts that marked the history of the country in the last 35 years. Those reports allowed figuring out the social and cultural profile of the current university student population, as well as their characterization as users/consumers of the media and cultural products. The results reveal some heterogeneity among media users/consumers. Therefore, remain the moderate uses/consumptions in relation to traditional media, and intensive uses/consumptions in relation to the new media. Television is the main resource of updated news, while the mobile phone connected to the Internet is basically used for entertainment, academic research and social media interaction.
URI: http://hdl.handle.net/10362/35958
Designação: Ciências da Comunicação, especialização em Estudos dos Media e do Jornalismo
Aparece nas colecções:FCSH: DCC - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
TESE__versão final_3_18.pdf5,49 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.