Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/19197
Título: Hemozoin as an immune stimulant of the mosquito Anopheles gambiae response against the malaria parasite
Autor: Simões, Maria Luísa
Orientador: Silveira, Henrique
Ciências Biomédicas
Palavras-chave: Anopheles
Plasmodium
Hemozoína
Malária
Biologia Molecular
Data de Defesa: 2014
Resumo: Hemozoína, um metabolito produzido por Plasmodium spp., tem surgido como um potente estimulador, activando o sistema imunitário do hospedeiro e levando à produção de citocinas e quimiocinas em tecidos de mamíferos. Neste estudo, desvendamos o papel deste subproduto do parasita como estimulador da imunidade de Anopheles gambiae em resposta à infecção por Plasmodium berghei. A malária é uma doença infecciosa de distribuição mundial, causada por parasitas do género Plasmodium e transmitida pelas fêmeas de mosquitos do género Anopheles. A resposta imunitária do mosquito vector da malária contra o parasita envolve várias vias metabólicas que não se encontram ainda bem caracterizadas. Resultados laboratoriais revelaram que a hemozoína activa a expressão de vários genes da imunidade, incluindo péptidos anti-microbianos e factores anti- Plasmodium. Destaca-se a indução, após estimulação com hemozoína, da forma larga (REL2-F) do factor de transcrição REL2, da via Immune deficiency (Imd). Estes resultados foram confirmados pela estimulação de tecidos e células de Anopheles gambiae com hemozoína sintética e silenciamento do gene que codifica REL2-F e do gene que codifica o seu regulador negativo Caspar. Neste trabalho, mostrou-se pela primeira vez o impacto do tratamento com hemozoína na infecção por Plasmodium: a hemozoína reduz eficientemente tanto a taxa como a intensidade da infecção no mosquito. Propomos, assim, que a hemozoína estimula a imunidade inata de Anopheles, activando a expressão de genes efectores que tornam o mosquito mais resistente ao Plasmodium, e que esta activação é mediada por REL2. Após identificação de um conjunto de genes associados à imunidade induzidos pela hemozoína, e de acordo com as propriedades da via Imd/REL2 sugeridas pelos resultados obtidos, construímos uma linha de mosquitos Anopheles gambiae geneticamente modificados, através da sobreexpressão do gene anti-plasmódico FBN9 (fibrinogen immunolectin 9), sob regulação de Vitellogenin 1, um promotor específico do corpo gordo.
URI: http://hdl.handle.net/10362/19197
Designação: Dissertação para a obtenção do grau de doutor em ciências biomédicas, especialidade em biologia celular e molecular
Aparece nas colecções:IHMT: MM - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
MLSimões_Tese.pdf2,13 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.