Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/18494
Título: A mediação e a mediatização das políticas educativas: o papel da imprensa escrita na iniciativa novas oportunidades
Autor: Boto, Ana Paula Cabrita Natal de Brito
Orientador: Alves, Mariana Teresa
Palavras-chave: Políticas educativas
Aprendizagem ao longo da vida
Iniciativa novas oportunidades
Discursos
Média
Mediatização
Data de Defesa: Jun-2016
Resumo: Esta investigação, centrada na interação dos meios de comunicação social com as políticas de educação e formação desenvolvidas em Portugal a partir de 2005 em torno da aprendizagem ao longo da vida, tem em vista contribuir para clarificar alguns aspetos da construção das políticas educativas que se prendem com os processos de mediação e mediatização dessas políticas. Considerando que num contexto de governança da educação os processos de regulação das políticas educativas são necessariamente afetados pelas interpretações veiculadas pelos meios de comunicação social, contribuindo desse modo para as especificidades dos sistemas educativos nacionais, o quadro teórico de referência que se construiu compreende uma abordagem ao conceito de governança da educação, num contexto de globalização e de políticas de aprendizagem ao longo da vida que destaca os diversos níveis de regulação, bem como uma perspetiva compreensiva dos processos de mediação e de mediatização das políticas. No plano empírico fixou-se como objetivo geral perceber qual foi o papel desempenhado pela imprensa escrita nos processos de mediação e mediatização da Iniciativa Novas Oportunidades (INO). Recorrendo à análise do discurso e à análise de conteúdo procurou-se identificar e compreender a complexidade de interações que se estabeleceram no processo de mediação e mediatização da INO, e conhecer e interpretar as perspetivas em jogo. Neste sentido, apresenta-se um quadro complexo que visa contribuir para aprofundar o conhecimento sobre as políticas de aprendizagem ao longo da vida e sobre o papel dos meios de comunicação social na construção dessas políticas. Os resultados obtidos mostram que apesar das diferenças significativas na forma como a INO foi interpretada por três jornais, Público, Correio da Manhã e Expresso, a educação e formação de adultos esteve no centro das atenções. Porém, as vozes, esporadicamente de cientistas da educação ou de cientistas sociais, revelaram preocupações, ambiguidades e tensões em torno de aspetos cruciais desta política educativa.
URI: http://hdl.handle.net/10362/18494
Designação: Doutoramento em Ciências da Educação na Especialização em Educação, Sociedade e Desenvolvimento
Aparece nas colecções:FCT: DCEA - Teses de Doutoramento

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Boto_2016.pdf4,25 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.