Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/14518
Título: «Oír o galo cantar dúas veces» - Identificacións locais, culturas das marxes e construción de nacións na fronteira entre Portugal e Galicia
Autor: Godinho, Paula
Palavras-chave: Antropolgia social e cultural
Fronteiras
Identidade cultural
Identidade linguística
Data: 2011
Editora: Deputación Provincial de Ourense
Resumo: Uma obra sobre a cultura de fronteira, num tempo longo (1800-2008). Na primeira parte, abordam-se aspetos da cultura de orla, associados à relação entre a little community e a comunidade imaginada, conferindo centralidade ao fenómeno do contrabando e às mais recentes estratégias patrimonializantes. Na segunda parte, trata-se em profundidade o tratado de limites entre Portugal e Espanha, de 1864, inserindo-o num tempo de demarcação das nações, e interrogando os antecedentes, os participantes, as questões tratadas e os formatos de resistência à sua concretização. Na terceira parte, interroga-se a noção de “acontecimento”, sub-tratada na antropologia, através de dois estudos de caso, trágicos e marcantes, que ocorreram na fronteira.
Descrição: Prémio Xesús Taboada Chivite (2008, Galiza, Espanha)
URI: http://hdl.handle.net/10362/14518
ISBN: 978-84-92554-48-5
Aparece nas colecções:FCSH: DA - Livros internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
2011 livro Oír o galo cantas duas veces.pdf1,92 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.