Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/12508
Título: Caracterização de rebocos de argamassas de cal aérea e de cal hidráulica natural com metacaulino e resíduos cerâmicos em exposição natural
Autor: Faria, Paulina
Costa, Joana
Lourenço, Tomás
Figueiredo, Tiago
Silva, Vitor
Palavras-chave: Reboco
Argamassa
Cal aérea
Cal hidráulica natural
Metacaulino
Resíduo de cerâmica
Data: Jun-2014
Editora: Universidade de Coimbra
Resumo: Nos dias de hoje é cada vez mais importante, em todas as áreas, a valorização de resíduos, não só de modo a contribuir para a conservação do meio ambiente mas também por questões de economia e de eficiência. No caso dos resíduos cerâmicos, estes podem atuar nas argamassas como agregados, como filleres ou como pozolanas. As pozolanas são materiais que, em conjunto com ligantes que contenham hidróxido de cálcio e na presença de água, reagem e constituem produtos hidratados, podendo substituir parcialmente os ligantes das argamassas. Geralmente tornam essas argamassas mais duráveis e ecoeficientes. No artigo são caracterizados rebocos realizados em muretes experimentais de alvenaria de tijolo furado da Estação de Exposição Natural do Departamento de Engenharia Civil da FCT UNL, localizada em zona semi-rural, perto da costa Atlântica. Os rebocos são constituídos por diversas argamassas de cais com areia siliciosa: uma argamassa de cal aérea CL-90 S ao traço volumétrico 1:2; duas argamassas semelhantes mas nas quais 10% e 20% da massa da cal foram substituídos por um metacaulino comercial (Mk); uma argamassa de cal hidráulica natural NHL3.5 ao traço volumétrico 1:3; duas argamassas semelhantes mas nas quais 2,5% e 5% da massa da cal foram substituídos pelo mesmo Mk; quatro argamassas de NHL3.5 ao traço volumétrico 1:4 mas nas quais se procedeu à adição de 10% e de 25% (da massa de cal) de massa correspondente de dois resíduos cerâmicos de barro vermelho – um procedente de resíduos de tijolo furado e outro de ladrilhos de revestimento de parede. A caracterização é efetuada através de ensaios não destrutivos. Com esta campanha de ensaios pretende-se aferir o comportamento face à absorção da água, a compacidade, a dureza superficial e a deformabilidade. É feita uma análise comparando os rebocos em termos de ligante utilizado, da composição ligante:agregado, considerando o Mk e os resíduos cerâmicos e face à exposição dos rebocos (a Norte, em constante sombreamento, e a Sul, com exposição ao Sol e à incidência predominante da chuva e do vento). Os resultados obtidos mostram que a substituição de cal por metacaulino em argamassas de reboco indicia ser interessante do ponto de vista da dureza superficial e da compacidade, reduzindo um pouco a deformabilidade dos rebocos e sem grande alteração ao nível da proteção face à absorção de água da chuva. Já a adição de resíduos de cerâmica a argamassas de reboco com fraco traço em ligante contribui para a trabalhabilidade no estado fresco, para o aumento da dureza superficial, sem ser prejudicial face à deformabilidade. Para além de permitir a formulação de argamassas com menor energia incorporada, contribui ainda para as resistências mecânicas das argamassas e principalmente para a melhoria do seu comportamento face à absorção de água da chuva, indiciando compatibilidade com alvenarias antigas.
Descrição: Argamassas 2014 - I Simpósio de Argamassas e Soluções Térmicas de Revestimento, 5-6 Junho, ITeCons, Universidade de Coimbra
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10362/12508
Aparece nas colecções:FCT: DEC - Documentos de conferências nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
CN35 - Faria et al_rebocos muretes_Argamassas2014_ID19.pdf628,94 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.