Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/9340
Título: O BIM como plataforma para concursos públicos: contribuição para uma metodologia de implementação
Autor: Taborda, Paulo Jorge Santos
Orientador: Cachadinha, Nuno
Palavras-chave: BIM
Metodologia
Condicionantes
Concursos públicos
Implementação
Políticas nacionais
Data de Defesa: 2012
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: O Building Information Modeling (BIM) tem vindo a assumir o papel principal dentro das Tecnologias de Informação e Comunicação no sector da Arquitectura, Engenharia e Construção. As suas vantagens têm sido descritas tanto por profissionais como por académicos, sendo as principais o aumento da produtividade e a diminuição de custos. Em ambiente de contenção de custos, o BIM poderá ser uma oportunidade para apostar no crescimento sustentado da indústria, estimulando a transparência e promovendo a imagem do sector. Pelo mundo fora vários países já tornaram o BIM obrigatório nas suas obras públicas. No entanto, não existe nenhuma metodologia, estrutura ou modelo que garanta o sucesso da implementação. O principal objectivo da presente dissertação é sistematizar um conjunto de condicionantes a ter em conta num processo desta natureza e criar uma metodologia que garanta o sucesso da implementação governamental do BIM. Para atingir o objectivo, é efectuada uma revisão da literatura onde são analisados e comparados os casos da Dinamarca, da Finlândia, da Holanda, da Noruega, de Singapura, do Reino Unido e dos Estados Unidos da América. É determinado, analisado e discutido o impacto das condicionantes no sucesso da implementação do BIM, bem como as suas interacções. As condicionantes seleccionadas são: política, social, cultural, financeira, económica,operacional, comercial, educacional e técnica. Por fim, são identificadas quais as medidas que contribuíram para o sucesso de cada implementação em particular e, através da combinação dessas acções, é proposta uma metodologia para implementações efectivas de BIM como uma plataforma obrigatória para concursos públicos a nível nacional. A metodologia divide-se em quatro fases (preparação, implementação, aplicação e continuidade) em que são definidas as linhas de orientação que, com os devidos ajustamentos à realidade nacional e respeitando o encadeamento cronológico dessas mesmas fases, conduzem ao sucesso da implementação.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau Mestre em Engenharia Civil – Perfil de Construção
URI: http://hdl.handle.net/10362/9340
Aparece nas colecções:FCT: DEC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Taborda_2012.pdf14,63 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.