Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/7437
Título: Tempo, temporalidades, durações - das ciências exactas às ciências sociais, o tempo da geografia no historial e do lugar
Autor: Lema, Paula Bordalo
Data: 1998
Editora: Colibri
Relatório da Série N.º: ;12
Resumo: Em Galileu (1564-1642) a noção de tempo revela-se associada a movimento no sistema solar do Universo. Pouco tempo depois, Isaac Newton (1642-1727) considera o Espaço e o Tempo em termos absolutos na Lei da gravitação e Leibnitz (1646- -1716), contestando o caracter absoluto do tempo, afirmou o caracter relacionai do Espaço e do Tempo, considerando-o importante como contexto em que os objectos têm uma posição e relação lógica no Espaço e no Tempo. Por influência dos Naturalistas no século XVIII, a noção de sistema e de organismo integra os fenômenos da Natureza e da Sociedade em que o Tempo é relevante com o significado imprescindível de Evolução e Evolucionismo. À superfície da Terra, a evolução no Tempo era cíclica e estacionai, a variação no Espaço era zonal de acordo com a proximidade do Sol em relação ao Equador.
URI: http://hdl.handle.net/10362/7437
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH -1998

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH12_11_35.pdf22,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.