Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/6792
Título: Figuras do Dom (em torno do miserere de João Morais Barbosa
Autor: Mourão, José Augusto
Data: 1995
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Relatório da Série N.º: Vol.2;N.8
Resumo: Arrisquemos a hipótese que o texto é um corpo (o seu nível mais profundo é o nível tensivo) e que as perturbações, o seu aparecer sensível se manifestam à flor da sua pele (da sua manifestação). Que se singulariza à flor da pele deste texto senão o drama do tempo e do afecto, o excesso do mal e a vertigem da falta? E não é esta escrita, a escrita de si como ascese, na fronteira da experiência (da morte) e da literatura (impossível)? Quão longe estamos já do Roland Barthes para Roland Barthes (1975), em que se dizia: Tudo isto deve ser considerado como dito por um personagem de romance. Esse era um livro que bem se podia chamar Contre Vautobiographie. Mas este, que livro é este, afinal*^', que não sendo contia a literatura, é tão pouco literário? Um livro de espiritualidade, certamente, dado o modo de textualização por que identificamos esse registo de escrita e o seu dispositivo enunciativo, antes de mais. Mas é sobretudo um Hvro de confissão, autobiográfico, onde não falta a presença do "eu" que escreve, na passagem da terceira pessoa, do professor que enuncia conhecimentos, à primeira pessoa do homem agostiniano, observador de si mesmo, que diz: no instante que agora vivo, estou aqui (p. 131), a partir do seu presente, do seu corpo próprio.
Descrição: pp. 223-228
URI: http://hdl.handle.net/10362/6792
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH -1994/1995

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH8_223_228.pdf4,93 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.