Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/14799
Título: Demora média no tratamento da pneumonia adquirida na comunidade : estudo sobre os hospitais públicos portugueses entre 2009 e 2011
Autor: Carlos, Inês Sofia de Sousa
Orientador: Lopes, Sílvia
Magalhães, Teresa
Data: 2013
Resumo: RESUMO - Contexto: O presente estudo teve como objetivo apurar a demora média (DM) em doentes admitidos com pneumonia adquirida de comunidade (PAC), nos hospitais públicos portugueses, que tiveram alta durante os anos de 2009, 2010 e 2011, identificar se esta é influenciada por um grupo de fatores selecionados para o efeito e determinar se existe margem para a reduzir nos hospitais com uma DM mais elevada, através da comparação da mesma com as respetivas taxas de readmissão até 30 dias após a alta. Metodologia: Para responder aos objetivos definidos recorreu-se à base de dado dos resumos de alta, referente aos anos de 2009, 2010 e 2011, tendo-se selecionado, para o efeito, todos os episódios de internamento com diagnóstico de admissão de PAC. O estudo considerou como medidas “chave” a DM e a taxa de readmissão até 30 dias após alta. Para identificar a influência de um conjunto de fatores na duração de internamento utilizaram-se duas abordagens: análise descritiva dos dados e análise estatística dos dados, com recurso a uma Regressão Linear Múltipla. Numa última fase e com recurso à análise descritiva dos resultados obtidos, procedeu-se à comparação da taxa de readmissão até 30 dias após alta, por hospital, com as DM de internamento que mais se distanciaram das DM nacional e corrigida da população em estudo. Resultados: Constatou-se que a no tratamento da PAC, em Portugal, entre 2009 e 2011, não sofreu em termos globais grandes oscilações, tendo registado um valor de 9,47 dias nos três anos em análise. Concluiu-se ainda existir uma elevada variabilidade da DM entre hospitais e por hospital. Apesar das limitações identificadas verificou-se que os fatores idade, sexo, quantidade de diagnósticos adicionais, quantidade de procedimentos, destino após alta e tipo de hospital têm influência sobre a duração de internamento dos doentes admitidos com PAC. Por fim conclui-se que os cinco hospitais com DM mais baixa apresentam, de uma forma geral e com exceção do hospital 44, uma taxa de readmissão até 30 dias após alta inferior aos hospitais com DM mais elevada. Conclusão: Os resultados apurados apontam no sentido de existir margem para reduzir a DM no tratamento da PAC, nos hospitais que registaram valores mais elevados entre 2009 e 2011, permitindo que os mesmos obtenham resultados mais custo-efetivos sem piorar os resultados em saúde, medidos pela taxa de readmissões até 30 dias após a alta e, simultaneamente garantindo que a qualidade dos cuidados prestados e a segurança do doente se mantêm nos níveis desejados e exigidos. Sugere-se, no entanto, que em estudos futuros se detalhem algumas das matérias abordadas neste estudo com o objetivo de completar ou corroborar os resultados apresentados.
ABSTRACT - Background: This study aimed to determine the mean length of stay (LOS) for patients admitted with Community Acquired Pneumonia (CAP), in portuguese public hospitals, who were discharged during the years 2009, 2010 and 2011, identify if it is influenced by a group of factors, selected for the purpose and determine if there is scope to reduce it in the hospitals with higher LOS, by comparing it with the respective readmission rate within 30 days after discharge. Methods: To meet the defined objectives, it was used a database of discharge summaries for the years 2009, 2010 and 2011, having selected all inpatients episodes with admission diagnosis of CAP. The study considered LOS and readmission rate within 30 days after discharge as “key” measures. To identify the influence of a number of factors in the duration of hospitalization two approaches were used: descriptive analysis and statistical analysis, using a Multiple Linear Regression. Lastly, and using a descriptive analysis of the obtained results, it was compared the readmission rate within 30 days after discharge per hospital with the LOS that most distanced itself from the mean national and adjusted LOS for the study population. Results: It was found that the mean LOS in the CAP treatment, in Portugal, between 2009 and 2011, suffered no major oscillations, and recorded a result of 9,47 days during the three years in study. It was also concluded that exists high variability in LOS among hospitals and per hospital. Despite the identified limitations it was verified that the factors age, sex, quantity of additional diagnosis, quantity of procedures, after discharge destination and hospital type influence the duration of hospitalization for patients admitted with CAP. Finally it was concluded that the five hospitals with lower LOS have, in general and except hospital 44, a lower readmission rate within 30 days after discharge comparing to hospitals with higher LOS. Conclusions: The obtained results indicate the existence of scope to reduce the length of stay in CAP treatment in the hospitals that registered the higher results between 2009 and 2011, allowing them to obtain a more cost-effective outcome without deteriorating the health results measured by the readmission rate within 30 days after discharge and, simultaneously ensuring that quality of care and patient safety are maintained in the desired and required levels. It is suggested, however, that in future studies some of the matters discussed in this study are further detailed in order to complete or corroborate the presented results.
URI: http://hdl.handle.net/10362/14799
Designação: Curso de Especialização em Administração Hospitalar
Aparece nas colecções:ENSP - Trabalhos Finais de Especialização em Administração Hospitalar

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Trabalho Final CEAH - Inês Carlos.pdf1,72 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.