Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/13975
Título: Caracterização clínica e molecular da infecção por Giardia Duodenalis em crianças em idade pré-escolar da cidade de Lisboa
Autor: SÁ DA BANDEIRA, Rita Alexandre dos Santos Soares de Bellegarde Machado
Orientador: LIMA, Sónia
ATOUGUIA, Jorge
Palavras-chave: Doenças tropicais
Saúde tropical
Protozoários
Parasitologia médica
Giardia lamblia
Crianças
Lisboa
Portugal
Data de Defesa: 2011
Resumo: As parasitoses intestinais, quer provocadas por protozoários quer por helmintas, afectam humanos a nível ubiquitário, independentemente do sexo, estrato social ou faixa etária, constituindo um verdadeiro problema de Saúde Pública. Dentro dos protozoários, Giardia duodenalis destaca-se por ser um dos principais agentes responsáveis pela doença diarreica infecciosa, afectando milhões de indivíduos em todo o mundo. Apesar da sua maior incidência nos países em vias de desenvolvimento, esta parasitose é actualmente considerada como uma infecção reemergente nos países desenvolvidos, particularmente em crianças frequentadoras de creches e jardins-de-infância. O presente estudo foi desenvolvido com o objectivo de realizar a caracterização clínica e molecular da giardíase em crianças de idade pré-escolar da cidade de Lisboa. Decorreu de Abril a Julho de 2009 e teve como população alvo 685 crianças dos três aos seis anos de idade, frequentadoras de 10 jardins-de-infância da rede de escolas públicas da capital. Participaram voluntariamente, com resposta aos inquéritos protocolares, preenchimento de consentimento informado e fornecimento de amostras biológicas de fezes, 317 crianças. Em oito delas, correspondendo a uma prevalência de 2,5%, e num familiar (irmão) foi identificada infecção por Giardia duodenalis. Salienta-se que este foi o único parasita com potencial patogénico identificado nas amostras de fezes recolhidas. Através de técnicas de genotipagem constatou-se que cinco dos isolados pertenciam ao genótipo A, três ao B e numa amostra não foi possível identificar o genótipo. Dentro da mesma escola as crianças infectadas apresentaram o mesmo genótipo de Giardia. O espectro de manifestações clínicas variou entre flatulência, diarreia aguda, anorexia, dor abdominal recorrente e distensão abdominal, não se conseguindo correlacionar com a variabilidade genética da Giardia duodenalis encontrada. Uma das tinha má progressão ponderal. Todas as crianças infectadas foram tratadas com metronidazol, sem efeitos adversos conhecidos, e o controlo, efectuado duas semanas depois, foi negativo. Em todas as escolas foram realizadas acções de formação de Educação para a Saúde para as crianças, pais, educadores e funcionários das escolas incluídas no estudo, sobre a temática em estudo. Caracterização clínica e molecular da infecção por Giardia duodenalis em crianças em idade pré-escolar da cidade de Lisboa Este estudo contribuiu para um melhor conhecimento epidemiológico da giardíase em Portugal.
Intestinal parasitosis, whether caused by protozoa and human helmintas, affect human worldwide and are a genuine public health problem. Within the protozoa, Giardia duodenalis (G.duodenalis) is recognized as a major cause of diarrhea in humans, affecting millions of individuals around the world. Despite its greater impact on developing countries, giardiasis is currently considered a reemerging infection in developed countries, particularly in children who go to nurseries and kindergartens. The aim of this study was to perform clinical and molecular characterization of giardiasis in preschool aged children living in Lisbon. It was developed from April to July 2009 and it had a target population of 685 children, aged between three to six years old, of 10 public kindergartens of the capital. 317 children were involved. G. duodenalis was isolated in eight of them, corresponding to a prevalence of 2.5%, and in a cohabitant brother of one. This enteric protozoan was the only potential pathogenic parasite identified in stool samples collected. Genotyping of G.duodenalis has shown that genotype A (5 isolates) was more prevalent than genotype B (3 isolates). It was not possible to identify the genotype of one human G. duodenalis isolate. Within the same school children infected had the same genotype of Giardia. The spectrum of clinical manifestations ranged between diarrhea, flatulence, anorexia, abdominal pain and bloating. It was not possible to correlate the clinical findings with the genetic variability of G.duodenalis found, due the low number of cases of giardiasis. One child had a bad weight progression. All children infected were treated with metronidazole without known adverse effects. Stool samples control was carried out two weeks later, and it was negative. This study has contributed to a better understanding of giardiasis in Portugal.
URI: http://hdl.handle.net/10362/13975
Designação: Dissertação para a obtenção do grau de Mestre em Saúde Tropical
Aparece nas colecções:IHMT: SPIB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese Mestrado Saúde Tropical, Machado, R, 20011.pdftese de Mestrado2,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.