Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/12456
Título: Rua das Portas de Santo Antão e a singular modernidade lisboeta (1890–1925): arquitectura e práticas urbanas
Autor: Villaverde, Manuel
Palavras-chave: Rua das Portas de Santo Antão
Coliseu dos Recreios
Ateneu Comercial
Sede da Sociedade de Geografia
Arquitectura
Urbanismo
Lisboa
Séculos XIX-XX
Data: 2006
Editora: Edições Colibri / Instituto de História da Arte - Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/UNL
Citação: Villaverde, Manuel, "Rua das Portas de Santo Antão e a singular modernidade lisboeta (1890–1925): arquitectura e práticas urbanas" in Revista de História da Arte, N.2 (2006), pp. 142-176
Resumo: Via antiga da cidade, fazendo-a comunicar com o seu termo, a Rua das Portas de Santo Antão tornou-se, nos finais do século XIX e primeiras décadas do século XX, um espaço aurático da vida cosmopolita de Lisboa onde se instalaram importantes equipamentos como o Coliseu dos Recreios, o Ateneu Comercial, a Sede da Sociedade de Geografia ou o Teatro Politeama. “Traseiras” da Avenida da Liberdade, sem a modernidade e amplidão do seu desenho urbano, a velha Rua das Portas de Santo Antão foi, na verdade, o palco não exposto da Lisboa moderna.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10362/12456
ISSN: 1646-1762
Aparece nas colecções:Revista do IHA Nº 2 (2006)

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
ART_10_Villaverde.pdf451,63 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.