Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/12264
Título: Da mimesis ao amor. O poder da mediação textual em Jean Renart.
Autor: Carreto, Carlos
Data: Set-2011
Editora: Centro de Estudos sobre o Imaginário Literário, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade NOVA de Lisboa
Relatório da Série N.º: CC_01-06;
Resumo: Entre o maravilhoso do romance arturiano como dispositivo cultural em que os signos surgem como significantes que interpelam tanto o cavaleiro errante como o leitor, e o realismo como dispositivo retórico que faz da mimesis uma armadilha hermenêutica dominada pelo simulacro e o «trompe l’oeil», as obras de Jean Renart assumem um papel, cultural e poeticamente, mediador, convidando-nos a ir ao encontro dessa metáfora viva ricoeuriana que, nos limiares entre dois sistemas de representação contíguos embora parcialmente sobrepostos, reconfigura a linguagem, o sentido e o mundo (um sentido para o mundo) ao mesmo tempo que mantém em aberto os signos como significantes mediadores e permeáveis de um desejo de conhecimento (do outro, da letra, etc.) nunca satisfeito por natureza.
URI: http://hdl.handle.net/10362/12264
Versão do Editor: http://ceil.fcsh.unl.pt/cadernos/PDF/6_carlos_carreto1.pdf
Aparece nas colecções:FCSH: CEIL - Artigos em revista nacional com arbitragem científica

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
6_carlos_carreto1.pdf359,44 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.