Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/11546
Título: Dentro de portas : trabalhadoras do sexo em contexto de interior : utilização e acesso a serviços de saúde na área da infeção VIH-Sida
Autor: Silva, Ana Catarina Barroso da
Orientador: Nunes, Carla
Dias, Sónia
Palavras-chave: Trabalho sexual
Interior
Utilização de serviços de saúde
Acesso a serviços de saúde
VIH/Sida
Sex work
Indoor
Use of health services
Access to health services
HIV/Aids
Data de Defesa: 2013
Editora: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Resumo: RESUMO - O presente estudo pretende contribuir a nível de saúde pública para o planeamento de estratégias orientadas para a prevenção, rastreio e tratamento do VIH/Sida em trabalhadores sexuais em contexto de interior. Esta é uma população de difícil acesso, particularmente vulnerável à infeção por VIH, e associada a fatores de risco que incluem a pobreza, discriminação e desigualdade de género, estigma e exclusão social, condicionando o seu acesso a serviços de saúde. Analisaram-se 272 questionários aplicados no âmbito do estudo PREVIH na área da Grande Lisboa no período entre Agosto de 2011 e Setembro de 2012 a pessoas que fazem trabalho sexual em contexto de interior. Foi realizada uma abordagem analítica permitindo a descrição do fenómeno e a análise da relação entre variáveis sociodemográficas e variáveis sobre o acesso a saúde para informação, prevenção e teste na área do VIH/Sida. Verificou-se que nesta amostra maioritariamente feminina existe elevada presença dos outros dois géneros e os indivíduos são maioritariamente migrantes. O trabalho sexual é uma forma exclusiva de trabalho, sendo exercido a tempo inteiro e em apartamentos. Foram detetados condicionamentos no acesso a serviços de saúde nas populações minoritárias e mais suscetíveis a discriminação, tanto na questão do género como da nacionalidade. Estes resultados apontam para a necessidade de planear intervenções nesta área que permitam uma abordagem participativa e de proximidade com as populações mais vulneráveis e também a necessidade de dar continuidade à investigação nesta área no sentido de reforçar políticas de saúde pública aplicadas a trabalhadores sexuais.
ABSTRACT - This aim of this study is to contribute to public health on the planning of strategies aimed at the prevention, screening and treatment of HIV/AIDS on indoor sex workers. This is a hard to reach population, particularly vulnerable to HIV infection and associated to risk factors that include poverty, discrimination, gender inequality, stigma and social exclusion, determining their access to health services. This study analyzes 272 questionnaires from PREVIH study collected in the Greater Lisbon area in the period between August 2011 and September 2012 to people who perform indoor sex work. An analytic approach was made, allowing the phenomenon description and the analysis on the relation between social demographics variables and variables on access to health information, prevention and testing in the area of HIV / AIDS. It was observed that this sample is mostly female, despite the high presence of the other two genders, and individuals are mostly migrant. Sex work is the only means of income, consisting on a full time job, performed in apartments. Health access conditionings were detected on the minority populations and on those more susceptible to discrimination concerning gender and nationality. These results indicate the need to plan interventions on this area to enable an outreach and participative approach to vulnerable populations and the need to invest on research in this area to strengthen public health policies applied to sex workers.
URI: http://hdl.handle.net/10362/11546
Aparece nas colecções:ENSP: PPS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Ana Catarina Silva.pdf1,4 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.