Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/5426
Título: Discurso mediático e metáfora da crise no mercado financeiro : análise das peças jornalísticas publicadas nos periódicos O Público e o Correio da Manhã nos seguintes semestres de 2007-2008
Autor: Souza, Juliana Mello
Orientador: Rodrigues, Adriano Duarte
Borges, Hermenegildo Ferreira
Palavras-chave: Discurso Mediático
Conceptualização Metafórica
Crise Económica
Data de Defesa: Set-2010
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Os media têm transformado, quotidiana e velozmente, os processos de comunicação e suscitado novas interacções comunicativas entre os “actores sociais”, bem como novas formas de leitura e assimilação das informações transmitidas. Uma diathesis em constante mudança. Tais processos geram signos e linguagens específicas que produzem efeitos de percepção, recepção e comportamentos sociais. Nos textos jornalísticos que abordam a mais recente crise do sistema financeiro mundial, encontramos marcas de enunciação e marcas linguísticas que permitem evidenciar, no sentido das palavras, no interior dos seus quadros sociais, um discurso previamente fabricado, em que a cultura própria de cada indivíduo transparece através dos discursos que lhe são destinados. Este estudo buscou identificar de que forma a crise do sistema hipotecário dos Estados Unidos, que culminou no atual processo de recessão económica mundial, constituiu tema de visibilidade no discurso mediático. Foram analisadas reportagens, artigos e crónicas dos jornais portugueses Público e Correio da Manhã – de linhas editoriais diferentes e de circulação nacional – presentes nas edições dos segundos semestres de 2007 e 2008, período em que o tema eclodiu e ganhou notoriedade junto à opinião pública, respectivamente. Levamos a cabo uma análise de conteúdo no sentido de perceber como os media trabalham importantes dispositivos de linguagem, no nosso caso as metáforas e a configuração de layout, a fim de cumprir sua função performativa, a persuadir e convencer um público cada vez mais integrado com as modalidades discursivas. Verificou-se, com o auxílio de ferramentas de Comunicação/Media e Semiolingüística, como o discurso mediático pode ser eficaz na representação de um modelo de comportamento, construindo um retrato da realidade.
Descrição: Trabalho de Mestrado Em Ciências da Comunicação com Especialização em Estudos dos Media e Jornalismo
URI: http://hdl.handle.net/10362/5426
Aparece nas colecções:FCSH: DCC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Tese_Juliana.Mello.Souza.pdf6,67 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.