Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/25015
Título: Validação do Método Analítico de Dissolução, para a quantificação de Hidroclorotiazida em Comprimidos Telmisartan/Hidroclorotiazida, por HPLC, para o cálculo do Fator de Similaridade
Autor: Patrício, Cátia Alexandra Ramos
Orientador: Leite, Adriana
Eusébio, Mário
Palavras-chave: Bioequivalência
Hidroclorotiazida
Dissolução
Validação
HPLC
Data de Defesa: Set-2016
Resumo: Os medicamentos genéricos desempenham um papel determinante na diminuição de custos nos cuidados de saúde para a população, uma vez que não incluem no preço as despesas de investigação e desenvolvimento, podendo assim apresentar preços significativamente mais baixos que os medicamentos inovadores. O presente trabalho está inserido num projeto em desenvolvimento da farmacêutica Sofarimex e tem como objetivo a validação de um método analítico de dissolução que permita quantificar, por cromatografia líquida de alta eficiência, a substância ativa hidroclorotiazida em ensaios de dissolução, com vista a ser utilizado no desenvolvimento de um medicamento genérico de uma associação de Telmisartan/Hidroclorotiazida em comprimidos. Pretende-se também avaliar a similaridade in vitro entre os lotes do medicamento teste e de referência (Micardis Plus®), a fim de escolher o lote teste mais adequado para o estudo de bioequivalência in vivo. Foram avaliados os parâmetros de especificidade, linearidade (gama de trabalho), precisão (repetibilidade e precisão intermédia) e exatidão e verificada a similaridade entre os lotes através do cálculo do fator de similaridade (f2). O método é válido uma vez que: foi considerado específico; é linear entre as concentrações 2,78 e 16,67 (μm/L), correspondentes a 20%-120% da concentração de trabalho; a repetibilidade e precisão intermédia, têm valores de RSD que cumprem os critérios de aceitação; e a exatidão apresenta, para cada nível de concentração, percentagens de recuperação do ativo dentro dos limites de 95-105%. Os resultados demonstram que apenas existe similaridade entre os produtos nos meios de dissolução pH 1,2 e pH 4,5. No entanto, uma vez que o passo limitante da absorção da hidroclorotiazida não é a dissolução, os resultados indicam que mesmo assim a formulação teste poderá ser bioequivalente à formulação de referência.
URI: http://hdl.handle.net/10362/25015
Designação: Mestre em Engenharia Química e Bioquímica
Aparece nas colecções:FCT: DQ - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Patricio_2016.pdf2,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.