Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/23409
Título: Análise do comportamento de argamassas com a incorporação de “pellets” de madeira
Autor: Martinho, Pedro Alexandre Gonçalves
Orientador: Baltazar, Luís
Palavras-chave: Argamassa
Cimento
Reboco
Resíduos
Sustentabilidade
Wood pellets
Data de Defesa: Mai-2017
Resumo: A indústria da construção civil é responsável, por um lado, pelo consumo elevado de matérias primas e recursos naturais e, por outro, pela produção de grandes quantidades de resíduos de cons-trução e demolição. No consumo de recursos naturais engloba-se a extração de areias, que constitui um processo de erosão, transporte e deposição de sedimentos induzida artificialmente. Este processo leva à redução de sedimentos nas praias fluviais, à alteração da vegetação, habitats e paisagem nas margens de rios, a uma maior erosão provocada nas zonas costeiras e também a graves alterações ao nível das corren-tes. A conjugação de alguns dos impactos atrás mencionados pode levar a consequências de valor humano bem mais grave, como foi o caso da queda da ponte de Entre-os-Rios em 2001. Os pellets de madeira (wood pellets em inglês) são um produto ecológico utilizado, maioritaria-mente, como fonte de aquecimento ou produção de energia no mercado doméstico e industrial. São fabricados a partir de madeira limpa proveniente da indústria de transformação de madeira e dos restos de madeira recolhidos na limpeza de florestas, como cascas e ramagens. Os desperdícios de madeira (biomassa) são depois de triturados transformados num serrim que é sujeito a elevada temperatura de modo a eliminar quaisquer resina e humidade. Dado que Portugal é um país com tradição na exploração de produtos de madeira e derivados, leva a que existam algumas fábricas e, consequentemente, uma grande quantidade de desperdícios de madeira. Pelo que os pellets de madeira são um produto dispo-nível no mercado nacional e com potencial de utilização noutras indústrias para além da bioenergia. Com o intuito de aumentar a sustentabilidade na construção civil têm sido realizados estudos no sentido de avaliar a substituição de agregados naturais por produtos reciclados. No âmbito desses estudos surge a presente dissertação, que pretende avaliar o desempenho de argamassas com a in-corporação de pellets de madeira em substituição da areia. Para tal foram realizadas argamassas de cimento ao traço volumétrico 1:0,96 (ligante: agregado), uma argamassa de referência sem pellets e quatro com substituição parcial de areia por pellets (10%, 20%, 30% e 40%). A incorporação de pellets em argamassas conduziu, entre outros aspetos, à diminuição das re-sistências mecânicas, ao aumento da porosidade aberta e a uma diminuição da condutibilidade térmica. Os resultados obtidos são bastante aceitáveis e encorajadores para o seguimento de estudos utilizando pellets de madeira, tendo por objetivo o desenvolvimento e otimização de produtos cimentícios termi-camente mais sustentáveis e amigos do meio ambiente.
URI: http://hdl.handle.net/10362/23409
Designação: Mestrado em Engenharia Civil – Perfil de Construção
Aparece nas colecções:FCT: DEC - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Martinho_2017.pdf5,6 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.