Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/12152
Título: Estudo da biodiversidade em actinobactérias marinhas, provenientes de sedimentos oceânicos colhidos no Arquipélago da Madeira
Autor: Dias, Tiago Luís Calretas Machado
Orientador: Gaudêncio, Susana
Sanches, Ilda
Palavras-chave: Actinomicetas marinhos
Salinispora
Biodiversidade
Antimicrobianos
Anticancerígenos
Metabolitos secundários
Data de Defesa: 2013
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: As bactérias marinhas são um recurso importante e pouco explorado na descoberta de novos fármacos. Neste trabalho foram isoladas 333 estirpes morfologicamente semelhantes a actinomicetas ou actinobactérias, a partir de 662 amostras de sedimentos marinhos, recolhidas no arquipélago da Madeira. Para estudar a biodiversidade de actinomicetas e para avaliar a sua capacidade de produção de compostos bioativos, foram consideradas para este estudo 131 das estirpes isoladas, das quais 82 estirpes foram identificadas através da sequenciação do gene 16S rRNA. Observou-se que destas estirpes 75 (91%) são actinomicetas, sendo os géneros Streptomyces, Micromonospora e Salinispora predominantes, representando 81% dos actinomicetas. Com este trabalho foi possível verificar a ocorrência de espécies raras do género Salinispora, nomeadamente, S. arenícola e S. pacifica. Observou-se a existência de tipos diferentes de S. pacifica, o que sugere uma divergência filogenética dentro da espécie e consequentemente, a possibilidade de produzirem novos metabolitos secundários, com diferentes atividades biológicas. Para avaliar a produção de compostos bioativos das estirpes foram produzidos extratos químicos, utilizando um solvente orgânico. Posteriormente, avaliou-se a atividade antimicrobiana dos extratos em estirpes de origem clinica Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA), Enterococcus faecium resistente à vancomicina (VRE) e uma estirpe de referência Candida albicans, e avaliou-se a capacidade citotóxica em linhas celulares HCT-116. No total foram avaliados 126 extratos, dos quais cinco apresentaram atividade antibacteriana com valores de MIC entre 1,3x10-1 e 7,8x10-3 μg/μl e seis apresentaram atividade citotóxica com valores de IC50 entre 4,9 e 19,66 μg/ml. Destes extratos, dois apresentaram diversidade bioativa, com atividade antimicrobiana e atividade citotóxica e foram obtidos de estirpes identificadas como pertencentes ao género Micromonospora e ao género Salinispora. Estes resultados, tão promissores, são um incentivo para futuros estudos de determinação estrutural e descoberta de novos compostos bioativos para potenciais fármacos.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Biotecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/12152
Aparece nas colecções:FCT: DCV - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Dias_2013.pdf2,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.