Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/11243
Título: Perceções sobre o clima de segurança em bloco operatório
Autor: Pinheiro, João Pedro Alexandre
Orientador: Uva, António de Sousa
Palavras-chave: Clima de segurança
Bloco operatório
Ergonomia
Segurança do doente
Qualidade
Safety climate
Operating room
Ergonomics
Patient safety
Quality
Data de Defesa: 2013
Editora: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Resumo: RESUMO - Introdução: Os blocos operatórios têm uma prevalência alta de incidentes sendo uma prática complexa, interdisciplinar, com forte dependência da atuação individual, onde a ergonomia e os fatores organizacionais desempenham um papel fundamental. Devido a estes fatores torna-se imperativo que o clima de segurança seja analisado de forma a melhorar a segurança do doente. Metodologia: A versão original anglo-saxónica do “Safety Attitudes Questionnaire” ou SAQ foi traduzida e adaptada para o contexto português e aplicada no serviço de cirurgia de um centro hospital público. As escalas psicométricas foram analisadas usando o alfa de Cronbach e interpelações entre as escalas. Resultados: O teste de validade interna do instrumento foi de 0.90 para os 73 itens. Os dados de 82 questionários foram analisados revelando diferenças significativas na classificação da qualidade de comunicação entre os vários grupos profissionais. Verificou que o clima de equipa e segurança é afetado em larga parte pela satisfação profissional e condições de trabalho. Conclusão: O SAQ revela boas capacidades psicométricas para o estudo do clima de segurança no entanto são necessários estudos mais extensos para colmatar a falta de dados nalguns itens. Os resultados obtidos permitem concluir que as condições de trabalho e a satisfação profissional são satisfatórias, no entanto é sugestivo a necessidade de melhoria do clima de segurança e do envolvimento da gestão de topo.
ABSTRACT - Introduction: Operating rooms can have a high prevalence of errors, being a interdisciplinary, complex activity with a strong dependence on technical skill, where ergonomics and organizational factors play an essential role. Due to these factors it is imperative that the safety climate in the OR is analysed in order to improve patient safety. Methods: The original English version of the Safety Attitudes Questionnaire or SAQ was translated and adapted to the Portuguese setting and applied in a central public hospital. Scale psychometrics were analysed using Cronbach alphas and inter-correlations among the scales. Results: The internal consistency test yielded values around 0.9 for all 73 items. 82 valid questionnaires were analysed revealing significant differences in communication ratings between different professions. Team climate and safety climate is strongly affected by professional satisfaction and working conditions Conclusion: The SAQ reveals good psychometric properties for studying the safety climate of organizations, however further studies are required to compensate the lack of subjects in some items. Results allowed to conclude that working conditions and professional satisfaction are satisfactory, however the need for improving the safety climate and the involvement of the management is strongly suggested.
URI: http://hdl.handle.net/10362/11243
Designação: Curso de Mestrado em Segurança do Doente
Aparece nas colecções:ENSP - Dissertações de Mestrado em Segurança do Doente

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - João Pedro Pinheiro.pdf6,09 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.