Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/9409
Título: Stress relacionado com o trabalho e burnout em técnicos de radiologia
Autor: Melo, Sandra da Piedade Gonçalves de
Orientador: Uva, António Neves Pires de Sousa
Almeida, Cristina
Data de Defesa: 2012
Editora: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública
Resumo: RESUMO - O fenómeno stress relacionado com o trabalho é um tema atual, bastante debatido e alvo de diversas investigações. No entanto, os estudos portugueses sobre o stress relacionado com o trabalho em profissionais de saúde não são muito frequentes, apesar de desempenharem uma atividade considerada de alto risco em termos de stress. O síndrome de burnout é a consequência de prolongados níveis de stress relacionado com o trabalho e compreende três dimensões: exaustão emocional (EE), despersonalização (DSP) e realização pessoal (RP). O presente estudo demonstra-se como não experimental, descritivo e transversal que pretende contribuir para uma melhor compreensão do stress relacionado com o trabalho e burnout em técnicos de radiologia. Estudaram-se 73 técnicos de radiologia do Centro Hospitalar de Lisboa Central. 76,4% da população em estudo é do sexo feminino, 58,9% tem idades compreendidas entre os 41 e 60 anos, 53,4% dos profissionais são casados e 56,1% tem entre 1 e 20 anos de serviço como técnico de radiologia nos locais em estudo. Foram utilizados três questionários, um sócio-demográfico, o questionário Perceived Stress Scale (versão portuguesa do Instituto de Prevenção do Stress e Saúde Ocupacional) e o questionário Maslach Burnout Inventory (versão portuguesa traduzida pela Drª Alexandra Pinto. Verifica-se que 50,7% dos profissionais em estudo percecionam o seu nível de stress relacionado com o trabalho como elevado. Na análise da perceção do stress relacionado com o trabalho, foram os homens que surgiram com um nível mais elevado, assim como os profissionais dos 20 aos 40 anos, os solteiros e aqueles com um tempo de serviço entre 1 e 20 anos. Em relação ao burnout verificamos que 66,2% da população em estudo apresenta nível médio a elevado de EE, 57,9% de DSP e 66,2% de RP. Podemos verificar que são as mulheres que surgem com valores mais elevados de EE e RP, enquanto os homens apresentam valores mais elevados na dimensão DSP. Os mais novos (20 a 40 anos) e os solteiros apresentam nível médio a elevado de EE e DSP, enquanto os mais velhos (41 aos 60 anos) e os casados demonstram níveis mais elevados de RP. Estes dados demonstram um nível médio a elevado de burnout vivenciado pelos técnicos de radiologia dos hospitais em estudo.
ABSTRACT - The phenomenon of work-related stress is a current issue, broadly discussed and subject to various investigations. However, Portuguese studies on work-related stress involving health professionals aren’t very common, although these are considered to carry a high risk activity in terms of stress. The burnout syndrome is a consequence of prolonged levels of work-related stress and involves three dimensions: emotional exhaustion (EE), depersonalization (DP) and personal accomplishment (PA). This study presents itself as non-experimental, descriptive and cross-cutting, and aims to contribute for a better understanding of work-related stress and burnout in radiology technicians. 73 radiology technicians from the Centro Hospitalar de Lisboa Central were studied. 76,4% of the population is female, 58,9% has ages between 41 and 60 years, 53,4% of the professionals are married and 56,1% has between 1 and 20 years of service as radiology technicians in the studied locations. Three questionnaires were used, one social and demographic, the Perceived Stress Scale (Portuguese version by the Instituto de Prevenção do Stress e Saúde Ocupacional) and the Maslach Burnout Inventory questionnaire (Portuguese version was translated by Dr. Alexandra Pinto). This study shows that 50,7% of the professionals perceived their level of work-related stress as high. On the work-related stress perception analysis, men came up as having a higher level, as well as professionals from 20 to 40 years of age, bachelors and those between 1 and 20 years of service. As far as burnout is concerned, 66,2% of the population presents medium to high levels of EE, 57,9% of DP and 66,2% of PA. It’s easily seen that women come up with higher levels of EE and PA, while men present higher levels in the DP dimension. Younger people (20 to 40 years of age) and bachelors present a medium to high level of EE and DP, while older (41 to 60 years of age) and married subjects reveal higher levels of PA. This data reveals a medium to high level of burnout lived by the radiology technicians of the studied hospitals.
URI: http://hdl.handle.net/10362/9409
Aparece nas colecções:ENSP: GOSS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Sandra Melo.pdf1,55 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.