Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/9231
Título: A aceitação do registo de saúde electrónico pelos profissionais de saúde das instituições hospitalares
Autor: Guedes, Ana Sofia Flores Fernandes
Orientador: Faria, Paula Lobato
Aguiar, Pedro
Palavras-chave: Sistemas de informação em saúde
Registo de saúde electrónico
Mudança organizacional
Segurança da informação
Aceitação da tecnologia
Health information systems
Electronic health record
Organization change
Information safety
Technology acceptance
Data de Defesa: 2011
Editora: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Resumo: RESUMO: O Registo de Saúde Electrónico (RSE) detém uma importância vital para a melhoria dos cuidados e segurança do doente, para o acesso à sua informação, por profissionais de saúde, independentemente do momento e local de prestação dos cuidados clínicos, para a garantia da confidencialidade dos dados e para a redução da despesa dos serviços de saúde. É com base nesta sua importância que, no âmbito do Mestrado em Gestão da Saúde, da Escola Nacional de Saúde Pública, desenvolvemos um trabalho de investigação, que tem como objectivos descrever o “estado da arte” dos sistemas de informação em saúde e do RSE em Portugal, Europa e América do Norte, identificar a importância do RSE para os profissionais de saúde e para o doente, e avaliar a influência de determinados factores na aceitação do RSE por parte dos profissionais de saúde. Para certos autores, os factores condicionantes da aprovação do RSE podem ser: a idade, a formação, os conhecimentos informáticos, o tempo de exercício profissional e a compreensão dos benefícios do RSE por parte dos profissionais de saúde. Desta forma, elegemos estes factores para determinar se de facto são estes os que incitam a aceitação do RSE. O estudo foi dirigido a directores de serviço, médicos, enfermeiros e enfermeiroschefes, de cinco hospitais nacionais. Aos 20 participantes deste estudo foi aplicado um questionário, constituído por questões fechadas, questões factuais, de opinião e de informação. A metodologia utilizada foi do tipo descritivo e os dados foram analisados quantitativamente. Foi utilizado o coeficiente de Spearman para avaliar a existência de relação entre as variáveis, e com o seu uso foi possível depreender que: não há evidência de relação entre a idade e a aceitação do RSE; o tempo de exercício profissional não determina a aprovação do RSE; há evidência de relação entre os conhecimentos informáticos e a aceitação do RSE; a formação na área de digitalização de dados condiciona a aprovação do sistema; há evidência de relação entre a opinião dos profissionais de saúde acerca da actuação do RSE e a sua aceitação por parte destes.
ABSTRACT: Electronic Health Record (EHR) has a major importance for the improvement of care and safety of the patient, for access to its data, by health professionals, independently of the moment and place of care taking, to guarantee the confidentiality of data and to cut health systems expenses. Based on its importance and within the scope of Master in Health Management of National School of Public Health, it was carried out an investigation project which goals is to describe the “state of the art” of health information systems and of the EHR in Portugal, Europe and North America, as well as to identify the importance of the EHR for health professionals and patients, and to evaluate the influence of specific factors in the acceptance of the EHR by health professionals. For some authors the conditioning factors of the approval of the EHR may be: age, training, computer knowledge, time of professional exercise and the understanding of the benefits of the EHR by health professionals. This way, these factors were chosen to determine if in fact these are the factors that influence the acceptance of the EHR. The study regards service directors, doctors, nurses and chief-nurses of five national hospitals. This study was carried through a question test, composed of opinion and information closed questions and factual questions applied to 20 participants. It was used a descriptive methodology and data was analysed quantitatively. It was used Spearman coefficient to evaluate the existence of a relation between the variables and it was possible to determine that: there is no evidence of a relation between age and the acceptance of EHR; the time of professional exercise do not determines the approval of this electronic system; there is evidence of a relation between computer knowledge and the acceptance of electronic health record; training in data digitalization stipulates the approval of this system; there is evidence of a relation between the opinion of health professionals about the working method of the electronic health record and its acceptance by these ones.
URI: http://hdl.handle.net/10362/9231
Aparece nas colecções:ENSP: GOSS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Ana Sofia Guedes.pdf759,51 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.