Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/6822
Título: A problemática da nomeação do Antigo Egipto
Autor: Lopes, Maria Helena Trindade
Data: 1996
Editora: Edições Colibri
Relatório da Série N.º: ;N.9
Resumo: No princípio era o silêncio... personificado numa imensa massa de água inerte, até ao infinito*. Mas o silêncio é quebrado quando Ptah- -Tatenen^ se dá à existência, concebendo o mundo no seu coração e realizando-o pela força criadora da palavra\ A partir de então a palavra «conquista» o homem, tomando-o presa da sua sedução. Garante-lhe o poder de criar, através do acto da nomeação. E assim surge o nome que, ultrapassando a dimensão de mero fragmento semântico, se apresenta com uma tripla dimensão: manifestação do ser, expressão de identidade e elemento de sobrevivência
Descrição: pp. 11-15
URI: http://hdl.handle.net/10362/6822
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH -1996

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH9_11_15.pdf3,88 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.