Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/6781
Título: A sedução dos sentidos. O significado político da festa popular na celebração dos fastos da monarquia
Autor: Canaveira, Manuel Filipe
Data: 1995
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade nova de Lisboa
Relatório da Série N.º: Vol.2;N.8
Resumo: Em 10 de Maio de 1981 o presidente François Mitterrand assinalou a sua investidura com uma pública homenagem aos paladinos da "Front Populaire" e da resistência ao nazismo. Fê-lo com evidente aparato, percorrendo a rua Souflot em direcção ao Panteão Nacional com solenidade jaurista, mas também com a majestade que a assegurara ao "soberano" De Gaulle, como o cognomina Jean Lacouture numa biografia do general recentemente editada'^^, o controlo da V República. Numa perspectiva simbólica, a festa cívica socialista ainda era nessa altura uma simbiose das tiadições jacobina, bonapartista e republicana, embora estivesse prestes a deixar de o ser. Com efeito, decorridos oito anos, por ocasião da comemoração do bicentenário da revolução francesa, o governo Rocard confrontado com a crise do socialismo e o momentâneo triunfo do capitalismo "yuppie", permitia que o ministio da cultura — o talentoso Jack Lang — mudasse o tom da festa.
Descrição: pp. 27-42
URI: http://hdl.handle.net/10362/6781
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH -1994/1995

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH8_27_42.pdf13,78 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.