Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/6728
Título: A históra. Que "mestra de vida"?
Autor: Gonçalves, Joaquim Cerqueira
Data: 1992
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Relatório da Série N.º: ;6
Resumo: A pragmática sentença que, ao menos desde Cícero, em explícita teoria, olha a história como mestra da vida, continua a vigorar pertinazmente, não obstante os muitos protestos emergentes de diversas áreas do saber, já por declinarem a função instiumental deste, já por considerarem constitufr perverso anacronismo a subordinação do passado, de que se ocuparia a história, aos desígnios do presente. Para todos esses, a canalização do passado para o presente significaria um artificioso processo, dado não haver arficulação constitutiva entre o passado e o presente, ao menos no horizonte da consideração do saber. O máximo que se poderia conceder seria a apresentação, pela descrição histórica, de situações paradigmáticas ou exemplares, a seguir ou a rejeitar pelos protagonistas do presente, mas sem o imperativo de qualquer constiangimento causai intrínseco.
Descrição: pp. 191-195
URI: http://hdl.handle.net/10362/6728
ISSN: 0871-2778
Aparece nas colecções:Revista da FCSH -1992-93

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RFCSH6_191_195.pdf4,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.