Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/3940
Título: Avaliação do impacte da metodologia de cálculo das necessidades nominais de energia primária na certificação energética de edifícios de habitação
Autor: Valério, Bruno Sérgio Da Costa Caldeira
Orientador: Rato, Vasco
Aelenei, Daniel
Data de Defesa: 2008
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: O presente estudo pretendeu avaliar a influência dos valores de ponderação das expressões relativas ao cálculo das necessidades globais anuais nominais específicas de energia primária e do valor máximo das necessidades nominais globais de energia primária, assim como de outros parâmetros condicionantes do cálculo das necessidades globais anuais nominais de energia primária que, no seu conjunto, condicionam de forma decisiva a classe de certificação energética em edifícios de habitação, de acordo com o Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios. Foram simuladas diferentes combinações dos parâmetros condicionantes do processo de cálculo das necessidades nominais globais de energia primária da fracção autónoma estudada. Os parâmetros testados foram os valores de ponderação das expressões relativas ao cálculo das necessidades globais anuais nominais específicas de energia primária e do valor máximo das necessidades nominais globais de energia primária, o uso de dois sistemas de aquecimento do ambiente interior, um com recurso à energia eléctrica (resistência eléctrica) e outro ao gás (caldeira a gás), orientações geográficas Norte/Sul e Este/Oeste, valores de coeficientes de transmissão térmica de referência e um outro conjunto de valores que representam um nível de qualidade de envolvente acrescido, e a distinção de duas zonas climáticas distintas para a localização da fracção autónoma estudada. O objecto de estudo foi uma moradia visto ser um tipo de fracção autónoma bastante exigente do ponto de vista térmico e energético, simulando, deste modo, as situações mais exigentes em Portugal Continental. Concluiu-se que a escolha do sistema de aquecimento do ambiente interior, presente nas expressões relativas ao cálculo das necessidades globais anuais nominais específicas de energia primária e do valor máximo das necessidades nominais globais de energia primária interfere, de um modo decisivo, na atribuição da classe de certificação energética em edifícios de habitação, de acordo com o Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios.Os resultados obtidos sugerem algumas alterações no método de cálculo das necessidades globais anuais nominais de energia primária para edifícios de habitação, de forma a informar mais correctamente o utilizador no que diz respeito ao consumo energético aquando da compra e/ou aluguer de uma fracção autónoma.
Descrição: Dissertação apresentada à Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia, para a obtenção do grau de Mestre em Energia e Bio-energia
URI: http://hdl.handle.net/10362/3940
Aparece nas colecções:FCT: DCTB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Valerio_2009.pdf2,11 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.