Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/2791
Registo completo
Campo DCValorIdioma
dc.contributor.advisorMedeiros, Pedro Abílio Duarte de-
dc.contributor.authorCadavez, Tiago João Gonçalves-
dc.date.accessioned2010-03-15T10:47:17Z-
dc.date.available2010-03-15T10:47:17Z-
dc.date.issued2008-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/10362/2791-
dc.descriptionDissertação de Mestrado em Engenharia Informáticaen_US
dc.description.abstractA micro-tomografia de raios-X por radiação do sincrotrão é uma técnica bem desenvolvida no domínio da medicina, e mais recentemente, foi adoptada em outras áreas, nomeadamente na Engenharia de Materiais. É uma técnica não destrutiva, que permite analisar a estrutura interna de componentes. O objecto em estudo é alvo de um feixe de radiação por toda a superfície que penetra no material, e um conjunto de detectores vai registando a intensidade dos raios à medida que o objecto vai rodando. Este procedimento origina um ficheiro de dados, que pode ter uma dimensão da ordem dos gigabytes e que necessita de ser processado para visualização da estrutura interna. Atendendo ao grande volume de dados e à complexidade de alguns algoritmos de processamento, certos tipos de processamentos podem mesmo levar dias. O programa do cientista francês Gerard Vignoles, Tritom, processando os dados tomográficos sequencialmente, demorava muito tempo em algumas operações. Num esforço anterior, Paulo Quaresma optimizou e paralelizou algumas das operações mais demoradas, usando um agregado (clusters) de computadores e programação baseada em troca de mensagens. Nesta tese, paralelizaram-se as operações mais pesadas do Tritom utilizando o modelo de memória partilhada, concretizado através da ferramenta OpenMP. Esta aceleração de obtenção de resultados é vantajosa para a investigação sobre os materiais e permite tirar partido da introdução de multi-processadores nas arquitecturas de computadores pessoais comuns. Foram realizados testes para análise das melhorias de tempo de execução com este método. Nesta tese, também se integrou também o Tritom num ambiente de visualização de dados gráfico e interactivo de nome OpenDX que facilita muito a utilização do programa aos menos experientes. O utilizador pode escolher os processamentos que deseja realizar sob a forma de módulos e pela ordem que quiser tudo num ambiente gráfico. Permite também a visualização tridimensional de dados que se torna vital para percepcionar alguns fenómenos nos objectos de estudo. Foram também criados alguns novos módulos a pedido dos investigadores de Engenharia de Materiais. O Tritom, assim paralelizado, oferecerá aos cientistas da área de materiais uma boa ferramenta de análise de imagens tomográficas com interacção simples e intuitiva. Poderão, dispor de uma mais-valia para leituras rápidas dos seus objectos de estudo sem recorrerem a clusters ou configurações de computadores complexas e pouco acessíveis.en_US
dc.language.isoporen_US
dc.publisherFCT - UNLen_US
dc.rightsopenAccessen_US
dc.subjectParalelização de aplicaçõesen_US
dc.subjectOpenMPen_US
dc.subjectTomografiaen_US
dc.subjectVisualizaçãoen_US
dc.subjectOpenDXen_US
dc.titleAnálise de imagens tomográficas: visualização e paralelização de processamentoen_US
dc.typemasterThesisen_US
Aparece nas colecções:FCT: DI - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Cadavez_2008.pdf1,54 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.