Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/19090
Title: Carmina figurata e a teoria da imagem carolíngia: contributos para uma reflexão sobre a relação texto-imagem
Author: Coutinho, Vânia Maria
Advisor: Leal, Joana Cunha
Miranda, Maria Adelaide
Keywords: Carmina figurata
Rabanus Maurus
Rábano Mauro
“Ad Bonosum”
época carolíngia
Carolingian Period
Ut pictura poesis
Image Theory
teoria da imagem
Word and Image
texto-imagem
Defense Date: 7-Jul-2016
Abstract: A presente tese investiga os poemas figurados compostos entre c. 780 e c. 814, por Alcuíno, Josefo Escoto, Teodulfo e Rábano Mauro, na sua relação com o funcionamento político, social, cultural e religioso coevo. Verifica-se que estas obras não testemunham apenas um projecto ideológico de fôlego, mas constroem-no. É notório um comprometimento com a elite que detém o poder, mas os poemas – por certo pela presença das imagens que lhes confere originalidade – não só resistem às suas circunstâncias, como manifestam a sua vida própria, uma capaz de gerar efeitos no espaço do comum. Assiste-se a uma produção excepcionalmente numerosa de poemas figurados no mesmo período em que a corte carolíngia se pronuncia sobre a querela das imagens bizantina. Investigam-se aqui os argumentos dos francos nos Libri Carolini, cujos contornos de redacção e (quase) proclamação oficial permitem aventar a hipótese de configurarem uma ‘teoria de Estado’ sobre a imagem, para a qual convergiriam os poemas figurados, designadamente os de Rábano Mauro. De acordo com interpretações historiográficas, em causa estaria a valorização das Escrituras e da cultura escrita em detrimento das imagens, subordinando a visualidade dos poemas à Palavra, ao texto, ao seu significado e vocação espiritual. A figuração, destituída da sua materialidade, actuaria fundamentalmente como apelo ao invisível e à vivência da religiosidade, ideia que se discute. Tendo presente a investigação sobre a eventual origem e linhagem poética dos poemas figurados, bem como a sua recepção em momentos particulares da história, explora-se como a tendente desvalorização do visual a que estas composições estão sujeitas tem antecedentes históricos. Isto é, contextos onde se formula uma antinomia entre texto e imagem – nomeadamente através da altercação, moderna, entre pintura e poesia e do desenvolvimento de paradigmas epistemológicos logocêntricos (de origem teológica, cultural ou política) – que condicionam, ainda hoje, os nossos modelos de análise. Neste sentido, procura-se também expor a imagem como irredutível às múltiplas soluções que a ‘textualizam’, vendo o que os poemas figurados mostram juntamente com o que dizem. Suspende-se a rasura da sua pictorialidade para acolher, enfim, o imperativo de unicidade que portam e os diferencia quer de um poema, quer de uma imagem, permitindo que aconteçam, com o texto, nesse espaço de pintura-poesia / texto-imagem. A reflexão exposta nas obras destes autores constitui um momento assinalável para discutir concepções sobre a imagem medieva, cujos contributos conceptuais e teóricos nos estudos crítico da relação entre texto e imagem, que nutriram esta investigação, são inegáveis; e são-no muito além da sua assinatura temporal.
The thesis focuses on the figured poems composed between c. 780 and c. 814, by Alcuin, Josephus Scottus, Theodulf and Rabanus Maurus, related with their contemporary political, social, cultural and religious circumstances. These works not only reverberate a comprehensive ideological project, but also build it. Despite the fact they are engaged with the dominant elite, the poems – surely by the existence of images that bestow their originality – express their own life, their presence, and one capable of generating effects in the common space. There is a remarkably numerous production of figured poems in the very same period in which the Carolingian court addresses the Byzantine quarrel of the images. Some of the Franks’ arguments of the Libri Carolini are considered in order to ponder if they formulate a sort of ‘image state theory’, to which the figured poems, namely the ones composed by Rabanus Maurus, would respond. According to some historiographical approaches, under appreciation would be the value of the Scriptures and of the writing culture over the image, a notion also confirmed in Rabanus Maurus poem “Ad Bonosum”. Hence, the Carolingian figured poetry would be subordinating its full visuality to the Word, to the text, to its meaning and spiritual vocation. Figuration, devoided of its materiality, would act primarily as an appeal to the invisible and to an experience of religiosity. An idea that is under discussion in this research, along with the difficulty in stabilizing one single conception of image. Bearing in mind the origin and poetic lineage of the figured poems, as well as their reception at specific moments in history, it is explored how the resistance to the full acknowledgment of their pictorial features has its own historical background. That is, contexts where an antinomy between text and image is formed – namely through the modern period dispute between painting and poetry or through the development of logocentric epistemological paradigms (of theological, cultural or political origin) – constrain, even today, our models of analysis of the carmina figurata. In this sense, the image is presented as irreducible to multiple textualizing solutions, in order to see what the figured poems show, alongside with what they say. The goal is also to focus on the effects of the image, harbouring the unique qualities of figured poetry well beyond the strict opposition between word and image, and the discussions about the supremacy of the word. The reflection on image presented in Rabanus Maurus’ and Theodulf’s works offers a remarkable opportunity to discuss notions of the medieval image. Its conceptual and theoretical contributions to Art History and to the critical studies of the relation between word and image are undeniable, and they are so besides their temporal circumstance.
URI: http://hdl.handle.net/10362/19090
Designation: Doutoramento em História da Arte, especialidade de Teoria da Arte
Appears in Collections:FCSH: DHA - Teses de Doutoramento

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Maria Coutinho. Tese final pdf.pdf84,68 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.