Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/17082
Título: Prevalência da C.trachomatis entre homens que fazem sexo com homens (HSH) que frequentam um centro clínico comunitário alternativo em Barcelona
Autor: Cruz, Inês Ferreira dos Santos da
Orientador: Andreu, Antónia
Aguiar, Pedro
Palavras-chave: Infeções sexualmente transmissíveis
Chlamydia trachomatis
Homens que fazem sexo com homens
Prevalência
Comportamentos sexuais de risco
Sexually transmitted infections
Chlamydia trachomatis
Men who have sex with men
Prevalence
Sexual risk behavior
Data de Defesa: 2015
Resumo: RESUMO - Enquadramento: A infeção por Chlamydia trachomatis (CT) é considerada um grave problema de Saúde Pública. É causa de infeções sintomáticas tanto no homem como na mulher, bem como, de infeções assintomáticas que podem ter consequências muito graves a longo prazo. A presença de CT sem tratamento aumenta o risco de transmissão do vírus da imunodeficiência humana. Existem vários estudos publicados de prevalência da CT por todo o mundo, no entanto, estudos de prevalência da CT em populações assintomáticas, envolvendo homens que fazem sexo com homens (HSH) são raros na Europa. Assim, o presente estudo, ao estimar a prevalência e ao descrever as caraterísticas epidemiológicas e de conduta dos HSH, pretende contribuir para o plano de ação contra as IST´s e VIH na Catalunha, através de estratégias concretas para deteção e prevenção da CT. Métodos: Trata-se de um estudo observacional, transversal de prevalência da CT em HSH utentes de um serviço comunitário em Barcelona, com recurso a técnicas de diagnóstico de biologia molecular e a um questionário. Durante Março e Junho de 2015, foram recrutados 200 voluntários de um serviço comunitário em Barcelona que foram testados para CT e NG em três locais anatómicos através de uma PCR em tempo real utilizando o ensaio Anyplex™ CT/NG Real-time Detection. Resultados: O presente estudo permitiu uma caraterização da situação atual quanto á prevalência e aos fatores de risco associados á infeção por CT em HSH. A prevalência nesta população específica foi de 12,6% e os fatores risco associados foram o facto de serem VIH e praticarem sexo anal insertivo/recetivo com parceiro estável. Conclusões: Os resultados obtidos reforçam a necessidade do desenvolvimento de estratégias adequadas de controlo e prevenção da CT nesta população de risco, tais como: rastreios frequentes e tratamento dos casos positivos para quebrar a cadeia de transmissão, promoção da saúde, educação e notificação dos parceiros sexuais. Também demonstram a importância destes rastreios nos três locais anatómicos: uretra, reto e faringe.
ABSTRACT - Background: Chlamydia trachomatis (CT) is considered a serious public health problem. It causes of symptomatic infections in both men and in women as well, asymptomatic infections that can have very serious long-term consequences. The presence of CT untreated increases the risk of transmission of human immunodeficiency virus. There are several published prevalence studies of CT around the world, however, prevalence studies of CT in asymptomatic populations, involving men who have sex with men (MSM) are rare in Europe. Thus, the present study, determine the prevalence and describe the epidemiological characteristics and behavior of MSM, aims to contribute to the action plan against STIs and HIV in Catalonia, through concrete strategies for detection and prevention of CT. Methods: This was an observational, transversal study of prevalence of CT in MSM users of a community service in Barcelona, using diagnostic techniques of molecular biology and a questionnaire. During March and June 2015, 200 volunteers were recruited from a community service in Barcelona that were tested for CT and NG in three anatomic sites through real-time PCR assay using Anyplex ™ CT / NG Real-time Detection. Results: This study allowed a characterization of the current situation as to the prevalence and risk factors associated with infection by CT in MSM. The prevalence in specific population was 12.6% and the risk factors associated were the fact that they are HIV and practice insertive / receptive anal intercourse with partner stable. Conclusions: The obtained results reinforce the need to develop appropriate strategies for control and prevention of CT in this population at risk, such as frequent screening and treatment of positive cases to break the chain of transmission, health promotion, education and partner notification sexual. Also demonstrate the importance of these screenings in the three anatomical sites: urethra, rectum and pharynx.
URI: http://hdl.handle.net/10362/17082
Designação: Curso de Mestrado em Saúde Pública
Aparece nas colecções:ENSP: PPS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Inês Cruz.pdf1,65 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.