Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/16270
Título: Stress relacionado com o trabalho e motivação para a cessação tabágica: um obstáculo?: Estudo exploratório de uma amostra de vendedores fumadores
Autor: Patacas, Cátia
Orientador: Nunes, Emília
Aguiar, Pedro
Palavras-chave: Tabaco
População laboral
Stress relacionado com o trabalho
Motivação para a cessação tabágica
Tobacco
Working population
Work-related stress
Motivation for smoking cessation
Data de Defesa: 2015
Resumo: RESUMO - O tabagismo surge como a primeira causa evitável de doença, incapacidade e morte prematura em países desenvolvidos. Dentre os fatores influenciadores do comportamento face ao consumo de tabaco, a influência dos fatores de stress no local de trabalho foi alvo de diversos estudos com resultados mistos, revelando uma evidência empírica inconclusiva. Foi feito um estudo exploratório, transversal, que visou verificar a existência de associação entre algum dos fatores de stress no trabalho, nomeadamente 1) requisitos no trabalho, 2) autoridade decisória, 3) discriminação de tarefas, 4) condições de emprego, 5) apoio dos chefes e colegas, 6) número de horas de trabalho e 7) satisfação com o trabalho; com a motivação para a cessação tabágica. A amostra contou com 95 vendedores de bens de consumo alimentar, fumadores. Foi aplicado um questionário com variáveis sociodemográficas, variáveis de caracterização do comportamento face ao consumo de tabaco, o Teste de Richmond, variáveis de caracterização profissional e o Questionário Sobre Stress no Local de Trabalho. O Questionário Sobre o Stress no Local de Trabalho revelou uma validade insuficiente para a caracterização da maioria dos fatores de stress em estudo, manifestada por α de Cronbach muito baixos, pelo que a análise de associação apenas foi realizada entre os fatores de stress 1) apoio dos chefes e colegas, 2) número de horas de trabalho e 3) satisfação com o trabalho; e a motivação para a cessação tabágica. Para níveis de significância de 10%, o número de horas de trabalho apresentou uma associação positiva estatisticamente significativa com a motivação para a cessação tabágica, duplicando a probabilidade da sua ocorrência [OR = 2,429 (IC95%: 0,945 – 6,240)]. Em toda a análise de dados realizada foi prevalente a baixa motivação para a cessação tabágica dos vendedores, independentemente da variação dos fatores de stress relacionados com o trabalho.
ABSTRACT - Smoking emerges as the first avoidable cause of illness, disability and premature death in developed countries. Among the contributing factors of the behavior related to smoking, the influence of work-related stress in the behavior related with tobacco consumption has been the subject of several studies with mixed results, revealing inconclusive empirical evidence. An exploratory cross study was designed, aiming to verify the existence of association between some of the work related stress factors, namely 1) job demands, 2) decision authority, 3) skill discretion, 4) terms of employment, 5) supervisor and co-worker support, 6) number of working hours and 7) job satisfaction; with the motivation for smoking cessation. The sample was constituted by 95 smoking food goods sellers. A questionnaire was applied with sociodemographic variables, characteristic variables of the behavior facing the use of tobacco, the Richmond test, professional characterization variables and the Questionnaire Stress at the Work Site. The Questionnaire Stress at the Work Site proves insufficient validity for the characterization of most work related stress factors, revealing a very low Cronbach’s α, so the association analysis with the motivation for smoking cessation was only performed to 1) supervisor and co-worker support, 2) number of working hours and 3) job satisfaction stress factors. For significance levels of 10%, number of working hours showed a statistically significant positive association with motivation for smoking cessation, doubling its likelihood [OR = 2,429 (CI: 95%: 0,945 – 6,240)]. In all analyses of the study, a low motivation for smoking cessation of the vendors prevailed, regardless of the variation of stress factors.
URI: http://hdl.handle.net/10362/16270
Designação: Curso de Mestrado em Saúde Pública
Aparece nas colecções:ENSP: PPS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado -Cátia Patacas.pdf2,85 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.