Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/15135
Título: Impacto da aplicação de um programa de educação em doentes com DOPC em fase estável
Autor: Churro, Tânia Susel Abreu
Palavras-chave: DPOC
Programa de educação
Auto-gestão da doença
COPD
Patient education
Self-management
Data de Defesa: 2010
Resumo: RESUMO: Relevância e Objectivos: A educação focada na auto-gestão tem sido cada vez mais valorizada como parte integrante da abordagem terapêutica dos doentes com DPOC. No entanto poucos resultados se encontram na literatura. Este estudo investiga se um programa de educação contribui para a melhoria da funcionalidade e do estado de saúde associados à DPOC estável. Metodologia: A amostra incluiu 18 indivíduos portadores de DPOC ligeira a moderada, de acordo com os critérios GOLD, com uma média de idades de 71 ± 8 anos. Os doentes foram distribuídos por 2 grupos: um grupo experimental, constituído por 10 doentes do sexo masculino, a receber os cuidados habituais e submetidos a um programa de educação, e um grupo de controlo formado por 7 doentes do sexo masculino e uma do sexo feminino, a receber apenas os cuidados habituais. Foram avaliados os dados sócio-demográficos relativos à amostra, o nível de conhecimentos sobre a patologia e a sua auto-gestão, a dispneia, o impacto nas AVD’s, a qualidade de vida relacionada com a saúde, a ansiedade e a depressão. Foram aplicados 8 questionários, 2 realizados pela invesstigadora, um destinado a recolher dados sociodemográficos e clínicos, outro para avaliar o conhecimento da doença pelo doente e os 6 restantes estandardizados: Medical Research Council, Índice de Dispneia Basal Modificado de Mahler, Índice de Dispneia de Transição de Mahler, St. George Respiratory Questionnaire, London Chest Activity of Daily Living e o Hospital Anxiety and Depression Scale. Incluíu-se também a realização de uma espirometria, de uma prova de marcha de 6 minutos e a aplicação de 1 checklist para avaliar a evolução dos conhecimentos do doente sobre a sua doença. Os dados foram recolhidos em dois momentos: em T0 e em T1, correspondendo ao início e o final do programa de educação. Resultados: Obteve-se uma diferença com significância na melhoria do nível de conhecimentos entre o grupo experimental e o grupo de controlo com um p = 0,001. Não se alcançaram resultados significativos na melhoria da distância percorrida, da dispneia, do impacto nas AVD’s, da QVRS, da ansiedade e da depressão. Conclusões: A aplicação de um programa de educação a doentes com DPOC estável contribuiu para a melhoria de conhecimentos sobre a doença, mas não se traduziu em modificações no estado de saúde e da funcionalidade na população estudada.------------ABSTRACT: Relevance and Objectives: Self-management interventions have been increased as an important part of therapeutic approach in COPD patients. However, few results are found in literature. This study investigates whether self-management program contributes to improve functionality and health status associated with stable COPD. Methods: The sample included 18 subjects with mild to moderate COPD, according to GOLD criteria, and a mean age of 71 ± 8 years. Patients were divided into 2 groups: one experimental group, consisting of 10 male patients receiving usual care plus an education program, and a control group consisting of one female and 7 male patients, receiving only usual care. We assessed socio-demographic data, level of knowledge about the pathology and selfmanagement, dyspnea, impact on ADLs, health related quality of life, anxiety and depression. Were administered 8 questionnaires, two made by the researcher, one to collect sociodemographic and clinical data, another to assess the knowledge of the disease by the patient and the remaining 6 standardized: Medical Research Council, baseline dyspnea index Modified Mahler's, Mahler Transitional (dyspnea), St. George Respiratory Questionnaire (HRQOL),London Chest Activity of Daily Living (ADL´s) and the Hospital Anxiety and Depression Scale (anxiety and depression). Performed a spirometry, a test of 6-minute walk and a checklist for monitoring progress of the patient's knowledge about their disease. Data were collected on two times: T0 and T1, beginning and end of self-management program. Results: We found a significant improvement in the level of knowledge between the experimental and control group with p = 0.001. We didn’t achieve significant results in improving distance, dyspnea, impact on ADLs, HRQOL, anxiety and depression. Conclusions: The application of an education program in stable COPD patients contributed to the improvement of knowledge about the disease, but didn’t translate into changes in health status and functionality in population of this study.
URI: http://hdl.handle.net/10362/15135
Designação: Mestrado Saúde Aparelho Respiratório
Aparece nas colecções:NMS-FCM - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Churro Tânia TM 2010.pdf4,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.