Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/14005
Título: Diagnóstico tardio da infecção por VIH na ilha de Santiago
Autor: MOREIRA, António Lima
Orientador: FRONTEIRA, Inês
MARTINS, Maria do Rosário Fraga Oliveira
CORREIA, Maria Azevedo Vasconcelos
Palavras-chave: Saúde pública
Parasitologia médica
Estatística
Sida
Diagnóstico
Ilha de Santiago
Data de Defesa: 2013
Resumo: OBJETIVO: Caracterizar os casos com diagnóstico tardio da infecção por VIH na ilha de Santiago, no período de 2004 à 2011, com a discrição de sua distribuição e dos factores associados a esse diagnóstico. MÉTODOS: Foram descritos 368 indivíduos, desses 191 foram identificados como casos e 177 como controlos registrados no Polo Regional de Sotavento, localizado na cidade da Praia, criado com o intuito de enfrentar a epidemia da SIDA, desde julho de 2004. Realizou-se estudo caso-controlo não pareado, com dados colectados por entrevistas presenciais que não estavam disponíveis nas bases de dados existentes, comparando pacientes com diagnóstico tardio da infecção por VIH com aqueles com diagnóstico precoce da infecção por VIH. Foram analisadas as variáveis: características sociodemográficas e comportamentais. Utilizou-se análise univariada, bivariada e regressão logística binária, hierarquizada na análise multivariada, com odds ratio como medida de associação e intervalo de confiança de 95%. RESULTADOS: Na ilha de Santiago, 51,9 % dos individuos realizaram o diagnóstico tardiamente, com maior proporção de diagnóstico tardio em mulheres do que em homens (57,6 % vs 42,4 %). A população de 40 a 49 anos vem realizando exames tardiamente (34,5 %). No estudo caso-controlo não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas na distribuição do sexo, estado civil e acesso aos serviços de saúde entre casos e controlos. CONCLUSÕES: O estudo indica necessidade de novas abordagens na prevenção e diagnóstico precoce para as populações de maior vulnerabilidade e a manutenção da oferta do teste de VIH.
OBJECTIVE: To characterize the cases with late diagnosis of HIV infection on the island of Santiago, in 2004 to 2011, with the discretion of his destribution and factors associated with this diagnosis. METHODS: A total of 368 individuals, 191 of these were identified as cases and 177 controls as recorded in the Leeward Regional Polo, located in Praia, created in order to confront the AIDS epidemic, since July 2004. We carried out a case-control study unpaired, with data collected by face to face interviews that were not available in existing databases, comparing patients with late diagnosis of HIV infection with those with early diagnosis of HIV infection. The variables: sociodemographic and behavioral. We used univariate, bivariate and binary logistic regression, hierarchical multivariate analysis with odds ratio as a measure of association and a confidence interval of 95%. RESULTS: On the island of Santiago, 51.9% of individuals diagnosed belatedly realized, with a higher proportion of late diagnosis in women than in men (57.6% vs 42.4%). The population of 40 to 49 years has been conducting tests later (34.5%). In case control study found no statistically significant differences in sex distribution, marital status and access to health services between cases and controls. CONCLUSIONS: This study indicates a need for new approaches in the prevention and early diagnosis for the most vulnerable populations and maintaining the supply of HIV test.
URI: http://hdl.handle.net/10362/14005
Designação: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Saúde e Desenvolvimento, realizada sob orientação científica do Instituto de Higiene e Medicina Tropical
Aparece nas colecções:IHMT: SPIB - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Diagnostico tardio da infecção VIH na ilha de Santiago.pdfDissertação de Mestrado1,46 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.