Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/11541
Título: Hipertensão arterial em adolescentes escolarizados da área de intervenção do Centro de Saúde de Queluz
Autor: Mexia, Ricardo
Orientador: Nunes, Carla
Garcia, Ana Cristina
Palavras-chave: Adolescência
Criança
Pressão Arterial
Hipertensão Arterial
Adolescence
Teenager
Child
Blood pressure
Hypertension
Data de Defesa: 2013
Editora: Escola Nacional de Saúde Pública. Universidade Nova de Lisboa
Resumo: RESUMO - A hipertensão arterial é uma das maiores causas de mortalidade e morbilidade mundial, sendo responsável por cerca de 7,1 milhões de mortes anualmente. A tensão arterial elevada no início da vida está associado a hipertensão na idade adulta, sendo a adolescência uma altura fundamental para modificar estilos de vida e comportamentos que possam diminuir a prevalência de hipertensão. Os dados existentes sobre a hipertensão arterial na adolescência em Portugal não são consistentes, mas parecem apontar para um aumento da prevalência. Entre Janeiro e Março de 2007 foi realizado um estudo descritivo e transversal, para determinar a prevalência de hipertensão dos alunos do 7º Ano das Escolas da área de intervenção do Centro de Saúde de Queluz. Foram avaliados sexo, idade, tensão arterial, perfil estato-ponderal, antecedentes familiares de hipertensão arterial e prática de exercício físico de 902 alunos. O estudo determinou uma taxa de prevalência de hipertensão arterial global de 25,3%, mais prevalente no sexo feminino (30,3%) do que no masculino (19,6%). Nos indivíduos com IMC superior a 25 kg/m2, foi encontrada uma prevalência de 50% de hipertensão sendo de apenas 21,2% nos com um perfil estato-poderal mais baixo. O Odds Ratio ajustado para raça, sexo, idade e turno (manhã/tarde) foi de 2,33 para indivíduos com um IMC superior a 25 kg/m2. Estes dados revelam a necessidade da implementação de medidas de prevenção da doença e promoção da saúde, tendo como objectivo a diminuição da prevalência deste factor de risco e das doenças que lhe estão associadas.
ABSTRACT - Hypertension is one of the major mortality and morbidity causes worldwide, causing 7,1 million deaths annually. Raised blood pressure in early life is associated with hypertension in adults, and adolescence is the ideal setting for lifestyle and behaviour changes that can reduce hypertension prevalence. Existing data on adolescent hypertension in Portugal is inconsistent, but there is an increasing trend. Between January and March 2007, a cross sectional study assessed the prevalence of hypertension among 7th grade students in the area of the Centro de Saúde de Queluz. Sex, age, blood pressure, height, weight, family history of hypertension and physical activity were assessed in 902 students. A prevalence of 25,3% hypertension was determined, with 30,3% among females and 19,6% among males. Half of the students with BMI above 25 kg/m2 had hypertension while only 21,2% of individuals with BMI under 25 kg/m2 presented hypertension. Adjusted Odds Ratio (for race, sex, age and shift of measurement) was calculated at 2,33 for students with BMI above 25 kg/m2 . Data shows the need for disease prevention and health promotion measures, enabling the reduction of this risk factors and diseases commonly associated with them.
URI: http://hdl.handle.net/10362/11541
Aparece nas colecções:ENSP: PPS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Ricardo Mexia.pdf1,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.