Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10362/10192
Título: Apuramento de custos por utente nos cuidados de saúde primários
Autor: Martins, Sara Vanessa Teixeira
Orientador: Santana, Rui
Palavras-chave: Contabilidade analítica
Apuramento de custos
Cuidados de Saúde Primários
Custo por utente
Cost accounting
Cost allocation
Primary Health Care
Cost per patient
Data de Defesa: 2012
Editora: Universidade Nova de Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública
Resumo: RESUMO - Introdução: A ausência de um plano de contabilidade analítica para os Cuidados de Saúde Primários é um problema para a realização da contabilidade interna, fundamental para a gestão de qualquer instituição de saúde. Sem linhas orientadoras para a uniformização dos critérios de imputação e distribuição dos custos/proveitos, torna-se complicado obter dados analíticos para que haja um controlo de gestão mais eficaz, que permita a utilização dos recursos de uma forma eficiente e racional, melhorando a qualidade da prestação de cuidados aos utentes. Objectivo: O presente projecto de investigação tem como principal objectivo apurar o custo por utente nos Cuidados de Saúde Primários. Metodologia: Foi construída uma metodologia de apuramento de custos com base no método Time-Driven Activity-Based Costing. O custo foi imputado a cada utente utilizando os seguintes costs drivers: tempo de realização da consulta e a produção realizada para a imputação dos custos com o pessoal médico; produção realizada para a imputação dos outros custos com o pessoal e dos custos indirectos variáveis; número total de utentes inscritos para a imputação dos custos indirectos fixos. Resultados: O custo total apurado foi 2.980.745,10€. O número médio de consultas é de 3,17 consultas por utente inscrito e de 4,72 consultas por utente utilizador. O custo médio por utente é de 195,76€. O custo médio por utente do género feminino é de 232,41€. O custo médio por utente do género masculino é de 154,80€. As rubricas com mais peso no custo total por utente são os medicamentos (40,32%), custo com pessoal médico (22,87%) e MCDT (17,18%). Conclusão: Na implementação de um sistema de apuramentos de custos por utente, é fulcral que existam sistemas de informação eficientes que permitam o registo dos cuidados prestados ao utente pelos vários níveis de prestação de cuidados. É importante também que a gestão não utilize apenas os resultados apurados como uma ferramenta de controlo de custos, devendo ser potenciada a sua utilização para a criação de valor ao utente.
ABSTRACT - Introduction: The lack of a cost accounting plan for the primary health care program is an issue for the implementation of internal accounting, which is fundamental to the management of any health care institution. Without guidelines to standardize the criteria for allocation and distribution of costs/income, it becomes difficult to obtain the necessary analytical data to a more effective management control, allowing the use of resources in an efficient and rational way and delivering an improved healthcare service to the patients. Objectives: The aim of this study is to determine the cost per patient in primary healthcare. Methods: The cost evaluation study was based on the Time-Driven Activity-Based Costing method. The cost was allocated to each patient using the following cost drivers: duration of the consultation and undertaken production for the allocation of costs with medical staff; undertaken production for the allocation of other costs concerning staff and indirect variables; total number of patients registered for the allocation of indirect fixed costs. Results: The total cost calculated was €2.980.745, 10. The average number of consultations is 3,17 per registered patient and 4,72 per user patient. The average cost per patient is €195,76. The female population has an average cost per patient of €232,41. As for the male population, the average cost per patient is €154,80. The main cost categories contributing to the total cost per patient are medications (40,32%), medical costs (22,87%) and both diagnostics and therapeutics (17,18%). Conclusion: Within the implementation of a cost allocation system per patient, it is crucial to have efficient information systems to record the several patient healthcare services provided through the different levels of care. In addition to using the results as a cost control tool, it is also important for managers to use it as an instrument to create value for patients.
URI: http://hdl.handle.net/10362/10192
Aparece nas colecções:ENSP: GOSS - Dissertações de Mestrado

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
RUN - Dissertação de Mestrado - Sara Martins.pdf3,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.