DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências da Vida >
FCT: DCV - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/8135

Título: Localização de mRNA em Drosophila melanogaster: estudo da proteína Ypsilon Schachtel
Autor: Nabais, Joana Raquel
Orientador: Trincão, José
Issue Date: 2010
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: Pretendeu-se com este trabalho, a clonagem do gene ypsilon schachtel (yps) e a consequente expressão e purificação da respectiva proteína para posterior resolução da estrutura tridimensional, pela técnica de cristalografia de raios-X. A proteína yps pertence à família das proteínas Y-box, conhecida pela capacidade de ligação ao elemento Y-box do DNA. Recentemente, constatou-se que a yps faz parte de um complexo ribonucleoproteico envolvido na localização de mRNA nas regiões anterior e posterior do oócito de Drosophila melanogaster. Aparenta ter um papel activo e abrangente neste processo, desconhecendo-se ainda os mecanismos através dos quais o desempenha. A resolução da estrutura tridimensional da proteína, permitiria a análise do seu arranjo e reconhecimento de regiões que poderão estar envolvidas nas hipotéticas interacções entre a proteína e o complexo que constitui, e/ou entre a proteína e o mRNA que é transportado. Atendendo essencialmente ao tamanho da proteína, a cristalografia de raios-X apresenta-se como o melhor método para o estudo pretendido. Para tal, é necessário proceder-se à clonagem do cDNA do gene yps em vector apropriado; sobre-expressar, isolar, purificar e cristalizar a proteína nele codificada. Em estudos anteriores, verificou-se que o grau de ordem de uma proteína afecta directamente o seu processo de cristalização: proteínas mais ordenadas constituem cristais mais ordenados e consequentemente, obtêm-se conjuntos de dados de melhor resolução. Assim, recorreu-se a diversas ferramentas bioinformáticas disponíveis com o intuito de se antever a globularidade da proteína yps. Verificou-se que se prevê alguma ordem apenas nos primeiros 121 aminoácidos e, deste modo, esta região constitui o objecto de estudo do trabalho aqui exposto. Esta tese, contempla o estudo desde a clonagem do gene yps à purificação da proteína yps. Amplificaram-se dois fragmentos distintos da região globular mencionada, e ensaiou-se a sua clonagem em três vectores de clonagem e expressão: pGEX-6P1, pET-14b e pET-15b. Apenas com este último, a clonagem foi bem-sucedida. Transformou-se o vector recombinante em células competentes apropriadas e expressou-se a proteína em Escherichia coli, pelos métodos de indução e auto-indução. Por fim, a proteína alvo foi isolada e purificada por cromatografia de afinidade com metal imobilizado.
Descrição: Dissertação apresentada para a obtenção do Grau de Mestre em Genética Molecular e Biomedicina, pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/8135
Appears in Collections:FCT: DCV - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Nabais_2010.pdf3,26 MBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia