DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente >
FCT: DCEA - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/8133

Título: Impactes da mobilidade no modelo urbano: a sustentabilidade do transporte público
Autor: Silva, Vítor Fernando Guerreiro da
Orientador: Amado, Miguel
Capucho, António
Palavras-chave: Cidade
Desenvolvimento urbano
Mobilidade,
Transporte público
Transporte público em sítio próprio
Sustentabilidade
Issue Date: 2011
Editora: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Resumo: A cidade mantém-se como uma das mais dinâmicas criações da humanidade. A forma e o desenvolvimento urbano que aquela adopta permitem que sejam concretizados desafios e satisfeitas as necessidades da população. A capacidade que a urbe possui em gerar tensões é equivalente às condições que cria para o encontro de soluções que se pretendem sustentáveis, no quadro do desenvolvimento das sociedades. A mobilidade é um dos vectores que mais contribui para a qualidade da cidade pelo seu contributo para uma maior equidade social e melhoria ambiental. O desenvolvimento do transporte público eficiente e mais ecológico apresenta-se hoje crucial para a sustentação das dinâmicas sociais e económicas da cidade com reflexos no espaço público e na sua qualidade, enquanto suporte para uma mobilidade efectiva. À cidade sustentável importa conhecer e avaliar o potencial da introdução do transporte público em sítio próprio, quando conjugado com a reestruturação do sistema de transportes existente, de modo a que se possa também assumir como elemento para o processo de regeneração urbana. Apreendendo o transporte público como factor distintivo da qualidade de uma cidade, deverá aquele responder favoravelmente aos fenómenos de inclusão social e igualdade de oportunidades nas áreas da sócio-economia, da estrutura etária e das limitações individuais, patrocinando um Serviço Público de ilimitada capacidade nas deslocações urbanas dos cidadãos. A implementação de um reestruturado sistema transporte público em aglomerado urbano existente, visando a consolidação do Serviço Público, conduziu à proposta de um novo desenvolvimento urbano estruturado num processo de regeneração urbana. O Concelho de Cascais, cuja dimensão se assemelha à de uma cidade média, foi adoptado como local de estudo para a aplicação do modelo teórico defendido baseado na avaliação do valor da paisagem. A investigação permitiu concluir que um sistema de mobilidade assente no transporte público pode, conjuntamente com a forma de desenvolvimento urbano compacta, proporcionar um melhor padrão de qualidade de vida à população, elevando os níveis de mobilidade e acessibilidade, diminuindo congestionamentos, sinistralidade e transformar-se em vector de competitividade da cidade no processo de desenvolvimento sustentável.
Descrição: Dissertação para obtenção do Grau de Doutor em Ambiente
URI: http://hdl.handle.net/10362/8133
Appears in Collections:FCT: DCEA - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Silva_2011.pdf23,74 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE