DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Estudos Políticos >
FCSH: DEP - Dissertações de Mestrado >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7955

Título: A perspectiva portuguesa do fórum para a cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa
Autor: Pereira, Susana Isabel Bruno
Palavras-chave: Região Administrativa Especial de Macau
China
Diplomacia Económica
Cooperação Económica e Comercial
Países de Língua Portuguesa
Portugal
Issue Date: 2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Desde o início do milénio, que a esfera de influência da China se tem expandido nos planos político e económico, outorgando-lhe um novo posicionamento no quadro geopolítico e económico mundial. Esta expansão tem vindo a ser executada com base numa estratégia de afirmação externa, através de diversos meios e com o recurso a instrumentos de soft power. Um dos instrumentos de soft power para a execução da política externa chinesa é a utilização da cooperação económica como meio de aproximação a outros Estados. Seguindo estas linhas de actuação, as autoridades de Pequim, com o apoio do Governo de Macau, decidem criar em 2003, o Fórum para a Cooperação Económica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, com o objectivo de promover e aprofundar as relações económicas e comerciais com os países envolvidos. Nos últimos anos, o Fórum de Macau tem vindo a assumir um papel mais destacado no que concerne ao relacionamento entre a RPC e os demais países de expressão portuguesa. Esta pesquisa procura analisar a posição portuguesa face ao Fórum de Macau – designadamente a perspectiva das empresas. Por forma a realizar esta investigação foi, por um lado, realizada uma pesquisa com base num questionário enviado a 200 empresas portuguesas que operam no mercado chinês. Por outro lado, foram realizadas 19 entrevistas a várias personalidades – empresários, jornalistas, professores e agentes institucionais – conhecedoras da realidade chinesa e da sua interacção com o nosso país. Este estudo pretende averiguar, quais os resultados económicos que Portugal pode obter com a sua participação no Fórum, sobretudo numa altura em que o Governo português procura fomentar as exportações portuguesas e a captação de investimento em mercados alternativos ao espaço europeu. Portugal tem a particularidade de partilhar a língua portuguesa com todos os países participantes no Fórum, sendo esta uma mais-valia que contribuirá para facilitar a promoção de uma rede de contactos e relacionamentos com a China e os PLP´s. O entrecruzamento de interesses empresariais, fruto de uma herança histórica que se traduz nas afinidades linguísticas, culturais e jurídicas e de um renovado relacionamento com os PLP’s, fazem de Portugal um elo natural entre a China e os restantes países lusófonos. O estudo conclui, por um lado, que as empresas portuguesas têm uma percepção positiva acerca da utilidade do Fórum de Macau para Portugal, nomeadamente enquanto “canal privilegiado de acesso a um mercado complexo onde os contactos institucionais são fundamentais”. Por outro, as empresas portuguesas consideram que a participação no Fórum de Macau pode contribuir para o aumento das suas exportações para a China e PLP´s, mas sobretudo para Macau. O estudo permitiu também concluir que existem diversas oportunidades que não estão a ser aproveitadas, quer pela própria organização junto dos empresários, quer da parte dos actores institucionais nacionais face àqueles.
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciência Política e Relações Internacionais
URI: http://hdl.handle.net/10362/7955
Appears in Collections:FCSH: DEP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Forum de Macau_dissertação SusanaPereira.pdf1,65 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE