Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7933
Title: Perspectivas weberianas da sociedade rede
Authors: Silva, Manuel José Lopes da
Issue Date: 2001
Publisher: Colibri
Abstract: No limiar do Sec XXI tem sentido fazer uma reflexão sobre o passado e o futuro das Ciências Sociais e Humanas, porque, se durante o Sec. XX houve um enorme avanço do conhecimento nestas áreas com grande destaque para a Sociologia, também a sociedade se tomou muito mais complexa exigindo abordagens mais cada vez exigentes. As "Etapas do Pensamento Sociológico" de Raymond Aron de 1965, e o "Manual de Sociologia" de A. Cuvillier de 1976 mostram até que ponto se tinha passado da fase de recolecção de temas avulsos que se poderiam classificar como sociológicos, para a fase do pensamento reflexivo sobre o que é a Sociologia. Nos EUA desenvolveu-se uma sociologia empírica onde se destacam os nomes de Merton e Wrigth, precisamente dois autores que iniciaram a invesdgação no domínio da Sociologia da Comunicação. A ligação entre esta sociologia empírica e a sociologia sistemática européia tem sido perseguida por vários investigadores, sendo o mais representativo Talcott Parsons que fez a recepção para os EUA da Sociologia de Max Weber. Por isso é interessante tentar perspectivar um problema sociológico muito actual (o das redes de Informação e Comunicação de hoje) do ponto de vista precisamente de Max Weber. Parece-nos que os problemas das redes identificados por Castells e Wolton (em estudos sobre a Intemet) se tomam mais compreensíveis na perspectiva weberiana da burocratização progressiva do capitalismo contemporâneo.
URI: http://hdl.handle.net/10362/7933
ISSN: 0871-2778
Appears in Collections:Revista da FCSH - 2001

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RFCSH14_165_177.pdf12,81 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.