DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências Sociais e Humanas (FCSH) >
FCSH Departamentos >
FCSH: Departamento de Linguística >
FCSH: DL - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7871

Título: Sinonímia, polissemia, homonímia em manuais, gramáticas e dicionários escolares para o desenvolvimento da competência lexical
Autor: Pinto, Camila Maria Pires Louro Ferreira
Issue Date: May-2012
Editora: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa
Resumo: Sinonímia, polissemia e homonímia são fenómenos linguísticos estudados desde a Antiguidade até à actualidade, no quadro das concepções sobre o signo linguístico e das primeiras abordagens à questão do significado, como documenta a extensa literatura que lhes foi dedicada. Fenómenos consubstanciais às línguas humanas, essenciais ao seu funcionamento, levantam, contudo, alguns problemas evidentes: a sinonímia pela amplitude do seu efectivo alcance; a polissemia e a homonímia, pela questão, sempre em aberto, da sua distinção, oscilando entre a negação ou desvalorização e a admissão da sua existência e coexistência de ambos os fenómenos. Reconhece-se também a sua importância como factor de economia, enriquecimento e flexibilidade da língua a par da sua função estruturadora do léxico, sistema heterogéneo, dinâmico, de difícil apreensão e didactização. Contudo, tal heterogeneidade não é impeditiva de o transformar em objecto de ensino e de aprendizagem.O desenvolvimento da competência lexical, processo sempre inconcluso, exige ao docente conhecer os mecanismos responsáveis pelo amazenamento da informação e estruturação do léxico mental de modo a melhorar o acesso e recuperação dessa base de dados, em actividades de compreensão e de produção. Além das aquisições que se fazem, incidentemente, na prática comunicativa quotidiana, o processo de ensino e aprendizagem em contexto escolar, deve decorrer programada e sistematicamente no entendimento de que desenvolver a competência lexical não é acumular palavras/significados; exige compreensão e apropriação dos mecanismos morfossintácticos e semânticos que habilitem o aluno a compreender e/ou forjar palavras ‘novas’ conformes às regras do sistema, usando-as de acordo com a(s) norma(s).
Descrição: Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Doutor em Linguística – Especialidade de Lexicologia, Lexicografia e Terminologia.
URI: http://hdl.handle.net/10362/7871
Appears in Collections:FCSH: DL - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
trabalho_para_entregar_24_08_2012.pdf2,66 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Feedback
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia