DSpace UNL

RUN >
Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) >
FCT Departamentos >
FCT: Departamento de Ciências Sociais Aplicadas >
FCT: DCSA - Teses de Doutoramento >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10362/7779

Title: Perspectivar as cidades como "espaços públicos de educação" de crianças
Authors: Gomes, Elisabete Maria Xavier Vieira
Advisor: Alves, Mariana
Issue Date: 2011
Publisher: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Abstract: Esta investigação é sobre processos contemporâneos de educação de crianças nas cidades. Procura contribuir para uma compreensão abrangente das experiências educativas proporcionadas nas cidades, iluminando modos de articulação entre dinâmicas urbanas e escolares. No plano epistemológico, esta assume-se como uma investigação qualitativa em educação. Esta assumpção concretizou-se na adopção de abordagens interpretativas e multi-referenciais na construção do problema de investigação, do quadro teórico e da investigação empírica. Neste sentido, procurou-se uma epistemologia da escuta e da implicação, em detrimento de uma epistemologia do olhar e do distanciamento. No plano teórico e conceptual, procurou-se contribuir para o diálogo entre discursos científicos, políticos e artísticos sobre a vida nas cidades e o lugar que a educação das crianças aí ocupa. Privilegiaram-se os discursos científicos das Ciências da Educação, entre os da Filosofia, da Sociologia, da Política e da Arquitectura. Aprofundou-se a tradição multi-disciplinar das Ciências da Educação, convocando para o debate conceitos e estudos desta área e contribuindo para a interpelação dos modelos vigentes de educação. No plano empírico, optou-se pela realização de um estudo de caso numa escola pública do 1º ciclo do ensino básico no centro de Lisboa. Estudou-se o modo como uma professora e a sua turma recorriam regularmente a espaços e instituições da cidade, durante a jornada escolar. Verificou-se um uso privilegiado de instituições de arte, ciência e cultura com programas especialmente dirigido para crianças. A observação foi a estratégia central da investigação, especialmente a observação participante na recolha de dados junto das crianças. A esta estratégia juntou-se um conjunto de entrevistas aos profissionais de educação escolar e não escolar e um inquérito por questionário às famílias. Procurando ultrapassar a centralidade hegemónica que os processos de escolarização têm ocupado no debate sobre a infância, optou-se pela ampliação da perspectiva de modo a nela incluir processos e lógicas exteriores à educação formal. Constatou-se a relevância de promover a interpelação mútua entre práticas educativas escolares e não escolares, favorecendo o abandono de lógicas de instrumentalização e/ou de correcção da comunidade pela escola. Tentando superar as abordagens às crianças como símbolos de menoridade, apresentaram-se perspectivas existenciais e pós-humanistas sobre as crianças como sujeitos de educação. As conclusões evidenciaram a relevância heurística do conceito de «espaço público de educação» (Nóvoa, 2002 e 2009) para a compreensão dos fenómenos em análise. Explorando a dimensão transdisciplinar deste conceito, propõe-se um modelo conceptual para a construção de uma perspectiva das cidades como espaços públicos de educação de crianças.
Description: Dissertação apresentada para obtenção do Grau de Doutor em Ciências da Educação, Educação e Desenvolvimento, pela Universidade Nova de Lisboa, Faculdade de Ciências e Tecnologia
URI: http://hdl.handle.net/10362/7779
Appears in Collections:FCT: DCSA - Teses de Doutoramento

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Gomes_2011.pdf6.43 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
View Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

Universidade Nova de Lisboa  - Statistics  - Feedback
Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE